Ir para o caminho de navegação, saltando as ferramentas do sítio e o selector de línguas

Eixo Microfinanciamento e Empreendedorismo Social do EaSI

O eixo Microfinanciamento e Empreendedorismo Social apoia ações em duas áreas temáticas:

Objetivos

  • Aumentar a disponibilidade de microfinanciamento e torná-lo mais acessível a grupos vulneráveis que queiram criar ou desenvolver o seu próprio negócio ou microempresa.
  • Reforçar as capacidades institucionais dos prestadores de microcrédito.
  • Apoiar o desenvolvimento de empresas sociais, em particular melhorando o acesso ao financiamento.

Financiamento

Garantia EaSI

A Garantia EaSI coloca atualmente 96 milhões de euros à disposição dos prestadores de microcrédito e dos investidores em empresas sociais, permitindo-lhes assim financiar empresários que de outro modo não poderiam financiar devido aos riscos associados a esse financiamento. A Comissão Europeia escolheu o Fundo Europeu de Investimento para ser a entidade responsável pela execução da Garantia EaSI.

Para se candidatar à Garantia EaSI (garantia direta ou contragarantias), responda ao convite à manifestação de interesse publicado no sítio do Fundo Europeu de Investimento.

Desenvolvimento de capacidades do EaSI

A janela de investimento do EaSI para o desenvolvimento de capacidades disponibiliza 16 milhões de euros para promover as capacidades institucionais de intermediários financeiros selecionados que ainda não tenham atingido a sustentabilidade ou necessitem de capital de risco para apoiar o seu crescimento e desenvolvimento, cobrindo capital próprio e, em casos excecionais, empréstimos. A Comissão Europeia escolheu o Fundo Europeu de Investimento para ser a entidade responsável pela execução da janela de investimento do EaSI para o desenvolvimento de capacidades.

Para se candidatar à janela de investimento do EaSI para o desenvolvimento de capacidades, responda ao convite à manifestação de interesse publicado no sítio do Fundo Europeu de Investimento.

Quem pode participar?

A Comissão Europeia não financia diretamente empresários nem empresas sociais, mas permite aumentar a capacidade de concessão de empréstimos através de prestadores de microcrédito e investidores em empresas sociais selecionados da UE.

Podem beneficiar de financiamento os organismos públicos e privados estabelecidos a nível nacional, regional ou local que concedam microcrédito a pessoas e microempresas e/ou financiamento a empresas sociais nos países em causa.