Percurso de navegação

A UE recebe prémio da FAO pelo trabalho desenvolvido na segurança alimentar

farmers in a field

O Presidente Barroso recebeu hoje, em nome da União Europeia, o prémio Jacques Diouf, atribuído pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) como forma de reconhecimento do trabalho pioneiro da Facilidade Alimentar da UE.

O prémio reconhece o trabalho pioneiro da Facilidade Alimentar da UE, no valor de mil milhões de euros, e que até à presente data melhorou as vidas de mais de 59 milhões de pessoas em 50 países.

“A UE tem sido desde há muito tempo a entidade mundial que mais contribui para a segurança alimentar e nutrição, e é bastante gratificante ver o nosso trabalho ser reconhecido desta forma. Isto deu-nos o incentivo para agora nos certificarmos de que faremos ainda mais para ajudar aqueles que mais necessitam, utilizando o prémio para investir no desenvolvimento do nosso trabalho que visa a resiliência alimentar e a nutrição", adiantou o Presidente.

A inovadora Facilidade Alimentar da UE foi criada para responder às crises alimentares que atingiram o Corno de África e o Sahel em 2008. Desde então, tem oferecido apoio substancial e rápido às pessoas mais afetadas.

A Facilidade Alimentar impulsionou a produção agrícola sustentável de pequenos agricultores, reduziu as perdas pós-colheitas e facilitou o acesso aos mercados, melhorando as vidas de mais de 59 milhões de pessoas em 50 países. Os seus beneficiários registaram um aumento de 50% da produção agrícola e um aumento médio do rendimento anual do respetivo agregado familiar no valor de 290 euros.

Ver o vídeo