ESA-BIC: explorar as tecnologias e a inovação espaciais para estimular a economia portuguesa

Um projeto baseado na Região Centro de Portugal ajudou os empreendedores e as PME a gerar novos negócios e inovação apoiando o seu acesso a tecnologias espaciais e dados de satélites e a utilização dos mesmos. Estão a ser utilizadas soluções de alta tecnologia espacial para criar novos produtos e serviços em setores como o transporte e a logística, a saúde, a agricultura e o ambiente. Nos seus primeiros cinco anos de atividade, o projeto ESA-BIC Portugal ajudou a gerar mais de 11,5 milhões de euros em vendas e volume de negócio, criando 30 start-ups e cerca de 100 postos de trabalho altamente qualificados.

Outras ferramentas

 
The ESA Portugal Space Solutions Centre, based at the Instituto Pedro Nunes in Coimbra, promotes the use of space technologies to solve problems here on earth. ©ESA-BIC-Portugal The ESA Portugal Space Solutions Centre, based at the Instituto Pedro Nunes in Coimbra, promotes the use of space technologies to solve problems here on earth. ©ESA-BIC-Portugal

" O novo ecossistema de empreendedorismo espacial em Portugal, nomeadamente na Região Centro, está numa fase de crescimento. A ESA-BIC-PORTUGAL foi uma ferramenta crucial para estimular este crescimento, criando uma comunidade verdadeiramente vibrante de inovação e criação de emprego. "

Teresa Mendes, Presidente do Instituto Pedro Nunes

O Centro ESA Space Solutions Portugal, localizado no Instituto Pedro Nunes, em Coimbra, procura formas de usar as tecnologias espaciais para resolver problemas na Terra. Através do projeto ESA-BIC, foram identificadas mais de 30 tecnologias espaciais como tendo potencial comercial em mercados não espaciais.

Para realizar a sua missão, o Centro tornou-se no primeiro na Europa a implementar os três instrumentos da Agência Espacial Europeia para o crescimento económico regional e o desenvolvimento de oportunidades de negócio a jusante: o Centro de Incubação de Negócios da ESA (ESA Business Incubation Centre), a Rede de Transferência de Tecnologia da ESA (ESA Technology Transfer Brokers) e a Plataforma de Embaixadores de Aplicações da ESA (ESA Business Applications Ambassadors).

Impulsionar a mudança

As start-ups que nasceram deste projeto desenvolveram inovações em áreas diversas, desde a saúde à gestão de catástrofes. Além de criar emprego e crescimento, estas novas empresas abordam desafios sociais urgentes relacionados com a digitalização, operações em prol da neutralidade climática, a proteção do património cultural e a economia circular.

Por exemplo, uma start-up denominada Space Layer está a usar imagens de satélite de observação da Terra e sensores da qualidade do ar para mapear os níveis de poluição das cidades e alertar os seus utilizadores para potenciais problemas. Ao mesmo tempo, a start-up Findster usa tecnologias de localização por GPS combinadas com uma aplicação para smartphone para encontrar animais de estimação perdidos em tempo real e reuni-los com os seus donos.

Gerar exportação

O investimento gerado pelas novas empresas apoiadas pelo projeto ascende a mais de 3,5 milhões de euros. Além disso, cerca de 67 % das vendas geradas são exportações, o que tem ajudado as empresas a prosperar num mercado nacional que é, noutros aspetos, limitado. Das 30 start-ups inicialmente apoiadas, 17 encontram-se na Região Centro.

O projeto participou em mais de 60 eventos para promover a economia espacial junto de jovens empreendedores. Os eventos incluíram a versão local do Hackathon Act in Space, uma iniciativa global que foi realizada em 32 países e 54 cidades em todo o mundo, envolvendo cerca de 3 300 participantes.

A ESA está agora a expandir este modelo de projeto para outros Estados-Membros da UE como um exemplo de como gerar crescimento económico regional e postos de trabalho qualificados explorando a tecnologia e a inovação espaciais.

Investimento total e financiamento da UE

O investimento total para o projeto «ESA-BIC-Portugal» é de 198 557 EUR, com uma contribuição de 168 773 EUR do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional através do Programa Operacional «Centro» para o período de programação 2014-2020. O investimento insere-se no âmbito da prioridade «Investigação e inovação».

Data do projecto

09/04/2020