Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão

Italy

Emergências


Cobertura e despesas médicas

Médicos

  • Se tiver um Cartão Europeu de Seguro de Doença válido, consulte um médico que trabalhe no âmbito do serviço público de saúde (Servizio Sanitario Nazionale – SSN) ou que tenha uma convenção com este serviço (accreditamento).
  • Os consultórios particulares não são obrigados a aceitar o cartão europeu de seguro de doença.
  • Os consultórios dos médicos generalistas estão abertos de segunda a sexta. O horário de funcionamento varia, mas geralmente estão abertos de manhã e de tarde. Exceto em caso de emergência, estão fechados ao fim de semana.
  • Mesmo no caso de cuidados urgentes e críticos, os cuidados recebidos são parcialmente pagos pelo utente (a parte paga pelo utente é denominada ticket).
  • As taxas cobradas pelos cuidados médicos não são reembolsáveis em Itália. Quando regressar ao seu país, informe-se sobre as possibilidades de reembolso junto do seu sistema de saúde.

Dentistas

  • Em Itália, os dentistas trabalham no setor privado, pelo que não aceitam o cartão europeu de seguro de doença e terá de pagar o custo total dos cuidados recebidos.
  • Em circunstâncias excecionais e urgentes ou em hospitais do SSN que prestem cuidados dentários urgentes, pode beneficiar de cuidados dentários ao abrigo do cartão europeu de seguro de doença. No entanto, terá de pagar parte dos custos.

Hospitais

  • Antes de partir, informe-se junto do organismo que emitiu o seu cartão se tem direito a cuidados hospitalares durante a sua estadia em Itália. Se for o caso, exija uma confirmação por escrito.
  • Solicite à autoridade de saúde local (Azienda sanitaria locale – ASL) uma lista dos hospitais que pertencem ao SSN ou que são convencionados.
  • Apresente um cartão europeu de seguro de doença válido nas admissões do hospital e verifique, antes do fim da sua estadia, se o cartão foi aceite.

Medicamentos

  • Alguns medicamentos podem ser comprados sem receita médica. Informe-se junto da farmácia. Neste caso, não é necessário apresentar o cartão.
  • Para alguns medicamento receitados, só terá de pagar uma taxa moderadora, para outros, terá de pagar o preço total. Mesmo que apresente o cartão, terá de pagar o montante em causa no momento da compra. Informe-se junto do farmacêutico.
  • Apresente sempre o seu cartão quando pedir uma receita a um médico que trabalhe no âmbito do SSN ou que seja convencionado. Mostre também o cartão na farmácia quando comprar medicamentos sujeitos a receita médica.
  • Para a maioria dos medicamentos receitados, tem de pagar o preço total, mesmo que apresente o cartão. Pode ser reembolsado pela seu próprio sistema de saúde quando regressar ao seu país.
  • As taxas moderadoras não são reembolsáveis em Itália. Informe-se sobre as possibilidades de reembolso junto do seu sistema de saúde quando regressar a casa.
  • Os medicamentos comprados sem receita médica não são reembolsáveis.

Ambulância

  • O transporte é gratuito em situações de emergência nas ambulâncias do SSN ou de serviços de saúde convencionados.
  • Poderá ter de pagar uma parte ou a totalidade dos custos se o transporte não for urgente.
  • As taxas pagas pelo transporte em ambulância não são reembolsáveis em Itália. Quando regressar ao seu país, informe-se sobre as possibilidades de reembolso junto do seu sistema de saúde.

Ambulância aérea

  • O transporte é gratuito em situações de emergência nas ambulâncias do SSN ou de serviços de saúde convencionados.
  • Poderá ter de pagar a totalidade dos custos se o transporte não for urgente.
  • As taxas pagas pelo transporte em ambulância não são reembolsáveis em Itália. Quando regressar ao seu país, informe-se sobre as possibilidades de reembolso junto do seu sistema de saúde.

Reembolsos

  • Não existe reembolso de despesas médicas em Itália.
  • As taxas a cargo dos utentes (denominadas ticket) não são reembolsáveis.
  • Se pagou por alguns cuidados de saúde, solicite o respetivo reembolso junto do seu sistema de saúde quando regressar ao seu país.

Contribuição do utente

  • Pode ter de pagar uma taxa (denominada ticket) pelos medicamentos (informe-se junto do farmacêutico).
  • No caso da visita de um médico sem caráter de urgência (denominada visita occasionale) será cobrada uma taxa.
  • O montante depende do tipo de cuidados e da região onde se encontrar.
  • Pode ter de pagar por cuidados de emergência se não ficar internado no hospital. Informe-se junto da autoridade de saúde local mais próxima.

Diálise/oxigénio/quimioterapia

Verifique a disponibilidade várias semanas antes da sua partida para ter a certeza de que poderá receber cuidados adequados e de que sabe quanto terá de pagar. Contacte a autoridade de saúde local mais próxima do seu local de destino.


Como obter o seu cartão

  • As pessoas que não têm direito a estar inscritas no sistema de saúde italiano também não têm direito a um cartão europeu de seguro de doença.
  • Antes de uma estadia temporária em Itália, solicite ao organismo competente do seu país um cartão europeu de seguro de doença .
  • O cartão é emitido automaticamente para as pessoas que têm direito (desde que tenham direito a residir em Itália).
  • Tem direito a um cartão se estiver registado junto das autoridades de saúde locais (ASL) do sistema nacional de saúde.

Onde é o cartão aceite?

Informe-se junto da autoridade de saúde local.


Extravio ou roubo do cartão

Contactos para os titulares de um cartão europeu de seguro de doença emitido pelo organismo competente do respetivo país

  • Em caso de roubo ou extravio do cartão, notifique imediatamente a polícia.
  • Solicite ao organismo que emitiu o seu cartão um certificado de substituição provisório, que terá de apresentar em Itália para poder beneficiar dos serviços de saúde acima indicados.
  • Em caso de emergência, o certificado pode ser enviado por fax ou correio eletrónico para a autoridade de saúde local mais próxima.

Nenhumas notícias nos últimos seis meses.

Partilhar esta página