Pequenas parcerias de colaboração

Como se candidatar

As organizações interessadas devem apresentar a sua candidatura através da Agência de Execução relativa à Educação, ao Audiovisual e à Cultura.

Objetivo

As pequenas parcerias de colaboração têm como objetivo:

  • incentivar a inclusão social e a igualdade de oportunidades
  • promover os desportos e jogos tradicionais europeus
  • apoiar a mobilidade de voluntários, treinadores, dirigentes e funcionários de organizações sem fins lucrativos
  • proteger os atletas, em especial os mais jovens, contra os riscos para a saúde e a segurança, melhorando as condições de treino e competição
  • fomentar sinergias entre políticas desportivas a nível local, regional, nacional e internacional

Num sentido mais lato, as pequenas parcerias de colaboração contribuem para as estratégias da UE no domínio do desporto.

Oportunidades

Graças ao Erasmus+, as organizações podem colaborar com outras organizações, autoridades e partes interessadas tendo em vista desenvolver, transferir e aplicar práticas inovadoras no âmbito do desporto.

As pequenas parcerias de colaboração foram concebidas para promover a criação e o desenvolvimento de redes europeias no domínio do desporto, podendo incluir uma série de atividades, como:

  • criação de redes que liguem as principais partes interessadas
  • promoção, identificação e partilha de boas práticas
  • preparação, desenvolvimento e aplicação de módulos e ferramentas de formação e de ensino
  • sensibilização para o valor acrescentado do desporto e da atividade física
  • promoção de sinergias inovadoras entre o domínio do desporto e os domínios da saúde, da educação, da formação e da juventude
  • melhoria da base de conhecimento do desporto para fazer face à evolução da sociedade e da economia
  • conferências, seminários, reuniões, eventos e ações de sensibilização que sustentem as atividades supracitadas

Como funciona

Podem candidatar-se as organizações inseridas num consórcio constituído, no mínimo, por três organizações de três países do programa. Embora as organizações de países parceiros também possam participar, a organização que apresenta a candidatura deve estar estabelecida num país do programa.

Que mais convém saber

Os projetos podem ter uma duração de 12, 18, 24, 30, ou 36 meses. A duração deve ser especificada na fase de candidatura, com base no objetivo do projeto e no tipo de atividades previstas.

Candidaturas

As organizações interessadas devem apresentar a sua candidatura através da Agência de Execução relativa à Educação, ao Audiovisual e à Cultura.

Mais informações

O Guia do Programa Erasmus+ constitui a principal fonte de informação sobre as pequenas parcerias de colaboração. A Agência de Execução relativa à Educação, ao Audiovisual e à Cultura pode dar informações adicionais sobre o processo de seleção.

Para mais informações contacte a Agência de Execução relativa à Educação, ao Audiovisual e à Cultura.

Compartilhe esta página