Organizações

Shutterstock

Apresentação

As organizações interessadas em participar no programa Erasmus+ podem envolver-se numa série de atividades de desenvolvimento e de criação de redes, incluindo a melhoria estratégica das competências profissionais do seu pessoal, o desenvolvimento das capacidades organizacionais e a criação de parcerias transnacionais de cooperação com organizações de outros países, tendo em vista a obtenção de resultados inovadores e o intercâmbio de boas práticas.

Além disso, as organizações facilitam a mobilidade para fins de aprendizagem de estudantes, membros do pessoal, estagiários, aprendizes, voluntários, animadores de juventude e jovens.

Em contrapartida, as organizações beneficiam de uma melhor capacidade para operar à escala internacional, de melhores métodos de gestão, do acesso a um maior número de projetos e oportunidades de financiamento e de uma melhor preparação, gestão e acompanhamento dos projetos, bem como de programas mais atraentes para os estudantes e membros do pessoal.

Calculadora de distâncias

Ações-chave

Ação-chave 1: Mobilidade individual para fins de aprendizagem

A ação-chave 1 visa incentivar a mobilidade dos estudantes, pessoal, voluntários, animadores de juventude e dos jovens em geral. As organizações podem enviar e receber estudantes e membros do pessoal para e de países participantes, bem como organizar atividades de ensino, formação, aprendizagem e voluntariado.

Saiba mais

Ação-chave 2: Inovação e boas práticas

A ação-chave 2 visa desenvolver os setores do ensino, da formação e da juventude através de cinco atividades principais:

  1. Parcerias Estratégicas para apoiar a inovação e as iniciativas conjuntas a fim de promover a cooperação, a aprendizagem entre pares e o intercâmbio de experiências.
  2. Alianças do Conhecimento para promover a inovação no ensino superior e através dele, nomeadamente em colaboração com as empresas, contribuir para novas abordagens em matéria de ensino e de aprendizagem, reforçar o empreendedorismo no setor da educação e modernizar os sistemas de ensino superior na Europa.
  3. Alianças de Competências Setoriais para colmatar lacunas e garantir uma melhor correspondência entre o ensino e formação profissionais e as necessidades do mercado de trabalho. Existem oportunidades para modernizar o ensino e formação profissionais, partilhar conhecimentos e boas práticas, incentivar as experiências de trabalho no estrangeiro e melhorar o reconhecimento das qualificações.
  4. Projetos de reforço de capacidades no domínio do ensino superior para apoiar a modernização, a acessibilidade e a internacionalização do ensino superior nos países parceiros.
  5. Projetos de reforço de capacidades no domínio da juventude para apoiar o desenvolvimento da animação de juventude, da aprendizagem não-formal e do trabalho voluntário, bem como promover oportunidades de aprendizagem não-formal com países parceiros.

Saiba mais

Ação-chave 3: Apoio à reforma das políticas

A ação-chave 3 visa aumentar a participação dos jovens na vida democrática, especialmente no debate com responsáveis políticos, bem como contribuir para o desenvolvimento do conhecimento nos domínios da educação, da formação e da juventude.

Saiba mais

Jean Monnet

Oportunidades de ensino, investigação e debate sobre a UE e as suas políticas.

Saiba mais

Desporto

O objetivo é conceber e levar a cabo atividades conjuntas para promover o desporto e a atividade física, bem como atividades inovadoras no domínio do desporto, e gerir eventos sem fins lucrativos para aumentar a participação no desporto.

Saiba mais