Representação em Portugal

Sinistralidade rodoviária diminuiu em 2017

/portugal/file/road-safety_ptRoad Safety

Road Safety
©UE

Comissária dos Transportes diz que «a UE pode fazer mais» Comissão Europeia está a reunir um conjunto de medidas concretas para aumentar a segurança nas estradas entre 2020 e 2030.

10/04/2018

Com uma média de 49 mortes na estrada por cada milhão de habitantes, a rede rodoviária europeia continua a ser, de longe, a mais segura do mundo em 2017. Os números do ano passado mostram uma descida de 2 % no número de mortos na estrada relativamente ao ano de 2016 e uma descida de 20 % face ao ano de 2010. Ainda assim, contam-se 135 mil feridos e um total de 25 300 pessoas perderam a vida nas estradas europeias no passado ano.

Segundo a Comissária europeia para os Transportes, Violeta Bulc, «Por detrás destes números, encontram-se muitas histórias de luto e de dor. A segurança rodoviária é uma responsabilidade partilhada pelos Estados-membros, mas acredito que a UE pode fazer mais para proteger melhor os cidadãos europeus».

Com base na Declaração Ministerial sobre Segurança Rodoviária de março de 2017, a Comissão Europeia está neste momento a trabalhar num quadro para a segurança rodoviária para o período 2020-2030, juntamente com uma série de medidas concretas para tornar as estradas mais seguras. Isto pode incluir uma revisão das regras europeias sobre a segurança de veículos, a gestão da segurança das infraestruturas e uma transição para uma mobilidade cooperativa, conectada e autónoma, com recurso às novas tecnologias. A Comissão Europeia planeia apresentar estas novas medidas nos próximos meses.

Ligações úteis: