Representação em Portugal

Impostos sobre carbono, regeneração dos ecossistemas e a esperança e a coragem no sonho europeu: uma conversa entre Bárbara Leão de Carvalho e António Bento no podcast #AEuropaaos70

/portugal/file/europa-aos-70_ptA Europa aos 70

A Europa aos 70
copyright UE

Estreia hoje, 15 de outubro, o nono episódio do podcast «A Europa aos 70» - #AEuropaaos70 - da Representação da Comissão Europeia em Portugal, com uma conversa com Bárbara Leão de Carvalho e António Bento. Moderada por Sofia Colares Alves, representante da Comissão Europeia em Portugal, a conversa aborda os temas do Ambiente e da Energia, que servem de bússola para a nova estratégia de crescimento da Comissão Europeia - o Pacto Ecológico Europeu - incluindo o poder de cada um de nós em definir o que a economia produz - e de que forma - e se é mais ou menos sustentável, o debate sobre o papel das políticas públicas e do mercado e assuntos concretos como o hidrogénio, a biodiversidade, a agricultura biológica e os impostos.

15/10/2020

O episódio está disponível em vídeo na conta da Representação da Comissão Europeia em Portugal no Youtube e em áudio nas plataformas de podcast.

«Emocionante». É assim que ambos os convidados descrevem o momento de apresentação do Pacto Ecológico Europeu, em dezembro de 2019, pela presidente da Comissão Europeia. Este é o roteiro para tornar a economia da UE sustentável, assente em várias estratégias que transformam os desafios climáticos e ambientais em oportunidades e tornando a transição justa e inclusiva para todos. Bárbara Leão de Carvalho diz trazer a esperança de que precisamos e assegura que, durante os últimos anos, «estivemos a preparar um solo fértil» com mudanças no ecossistema, na consciência e no comportamento, que nos permitem conseguir concretizar estes objetivos ambiciosos. Bárbara diz estar «expectante» e assegura que há já uma massa crítica de cidadãos, organizações e empresas «para fazer acontecer».

António Bento destaca «a maior revelação», até porque é difícil ouvir políticos com coragem para defender o que ele acha essencial: «é preciso pôr um preço nas emissões de carbono». Impostos é uma palavra que normalmente queremos evitar: porque é que é importante? Muitas das nossas ações, como cidadãos ou como empresas, no dia-a-dia, «geram emissões e o que pagamos pelos bens e serviços que consumimos não incluem o valor dessas emissões» com um forte impacto no planeta. «Até pormos um preço no carbono, podemos dizer que as nossas decisões não refletem esses custos sociais» que causam uma série de problemas. Mas esta é apenas uma componente: o pacto ecológico é um programa muito ambicioso que vai transformar totalmente a economia europeia e acredita que «esta vai ser a década da Europa».

As empresas já estão prontas para ser parte da solução, acredita Bárbara, dando um destaque especial às «pequenas e médias empresas, à inovação social e às organizações do terceiro setor» e discorda quando se diz que o ritmo tem sido lento, dando alguns exemplos concretos. A mudança alavanca-se essencialmente na tomada de consciência dos cidadãos que percebem que «no fundo, através das suas compras, têm o seu voto». Ao comprar produtos mais sustentáveis, geramos valor e mudança em toda a economia. «Há uma vontade sincera de não deixarmos morrer o que é realmente importante para nós» e está nas nossas mãos escolher o que queremos consumir e onde o queremos fazer.

António Bento confessa que, como economista, sempre acreditou que as políticas públicas deviam estabelecer apenas metas deixando os atores do mercado criarem o caminho. «Até há 10 anos, quando percebi», na prática, que, às vezes, é muito importante que o Estado também estabeleça caminhos para conseguir direcionar eficientemente o investimento, nomeadamente em novos mercados que no início não oferecem retorno aos atores privados, mas que trazem muitos benefícios: se o setor público não definir um caminho concreto «não tenho a certeza se o mercado se irá realizar ou não». Benefícios fiscais, educação e mobilizar investimento são algumas das formas de os concretizar. As energias renováveis, nomeadamente o hidrogénio, os vários eixos da descarbonização, a biodiversidade e a agricultura, tocando em exemplos como o do uso da cortiça de uma associação local em embalagens e o da abertura das quintas ao público, são outros dos temas que animam a conversa.

Uma conversa a ver e ouvir na íntegra no canal da Representação da Comissão Europeia em Portugal no Youtube e disponível nas plataformas de podcast. O próximo episódio, número dez e último desta primeira temporada, sairá no dia 22 de outubro e é uma conversa sobre o Estado da União Europeia pautada pelas questões dos jovens portugueses que venceram a primeira edição do Hackathon #SOTEU: Nuno Heitor (em representação da equipa vencedora Primo Vere - Beatriz Capão, Sofia Grilo e Nuno Heitor), Tiago Cunha (em representação da equipa que ficou em segundo lugar Beauties and the Beast - Tiago Cunha, Laura Lisboa, Maria Leonor Carapuço, Ana Beatriz Basílio, Margarida Magalhães), e Ricardo Duque Gabriel (que participou individualmente e ficou em terceiro lugar).

Contexto

O podcast «A Europa aos 70» - #AEuropaaos70- da Representação da Comissão Europeia em Portugal nasce no verão de 2020 para pensar a União Europeia pós-COVID-19, dos 70 anos da Declaração Schuman ao #NextGenerationEU. Em 10 episódios, Sofia Colares Alves, representante da Comissão Europeia em Portugal, modera conversas sobre o projeto europeu tocando em temas tão diversos como: da coesão à economia, do ambiente à saúde, da cultura à ciência.

O primeiro dos 10 episódios conta com uma animada conversa entre Elisa Ferreira, comissária Europeia da Coesão e Reformas, e Henrique Raposo, escritor e comentador. O segundo, sobre o tema da saúde, teve como convidados André Peralta Santos e Pedro Pita Barros e o terceiro debateu Economia com Susana Peralta e Vítor Bento. O papel da ciência no contexto atual foi tema do quarto episódio com Maria Manuel Mota e Carlos Moedas e a reforma institucional e Estado de direito fomentou, no quinto, a conversa com Miguel Poiares Maduro e Rui Tavares. Madalena Meyer Resende e Raquel Vaz Pinto foram as convidadas do sexto episódio para os temas da política externa e da defesa. O espaço público europeu, o jornalismo e a cultura preenchem o episódio sete com Catarina Carvalho e Mafalda Dâmaso. Seguem-se duas conversas sobre as duas transições que são prioridade para a atual Comissão Europeia: a digital, numa conversa com Diogo Queiroz Andrade e Joana Gonçalves de Sá; e a ambiental, numa conversa com Bárbara Leão de Carvalho e António Bento.

O primeiro podcast foi lançado a 6 de agosto o os vídeos estão disponíveis na conta da Representação da Comissão Europeia em Portugal no Youtube e em áudio nas plataformas de podcast. Acompanhe os teasers e os lançamentos nas contas da Representação da Comissão Europeia em Portugal no Facebook, Twitter, e Instagram e com o marcador #AEuropaaos70.

Ligações úteis: