EC Representations
EC Representations Newsroom

De Lisboa a São Tomé: Ponte Aérea Humanitária da UE contra o coronavírus

Lisboa, 14 de maio de 2020.

A Comissão Europeia criou uma Ponte Aérea Humanitária da UE para o transporte de trabalhadores humanitários e de serviços de emergência e de bens essenciais para ajudar a combater o coronavírus em algumas das zonas mais críticas do mundo afetadas por limitações de transporte.

Na sexta-feira, 15 de maio, um voo organizado em coordenação com Portugal, sairá de Lisboa para São Tomé e transportará 20 toneladas de material necessário e pessoal médico e técnicos portugueses e de agências da ONU para apoiar a resposta de São Tomé e Príncipe ao coronavírus. No seu trajeto de regresso, o voo trará de volta 205 cidadãos da UE e outros passageiros de São Tomé num esforço de repatriamento.

Janez Lenarčič, comissário da Gestão de Crises, afirmou nesta ocasião: «Deixar alguma zona do mundo sem proteção hoje equivale a deixar-nos a todos sem proteção amanhã. No âmbito da sua resposta mundial ao coronavírus, a UE criou uma ponte aérea humanitária para fazer chegar a ajuda a regiões onde o material escasseia devido às atuais dificuldades de transporte a nível mundial. Esta ponte aérea poderá ser uma tábua de salvação para algumas das comunidades mais vulneráveis do mundo.»

Estão a ser programados mais voos da Ponte Humanitária da UE para as próximas semanas, sendo dada prioridade aos países africanos onde a pandemia poderá agravar ainda mais as muitas crises humanitárias já existentes.

Possibilidade de cobertura:

Em Lisboa:

Durante o embarque dos materiais de apoio médico-hospitalar, no dia 14 de maio (quinta-feira), às 14h30, os jornalistas interessados poderão ter acesso ao avião de transporte da Euroatlantic, no Aeroporto de Lisboa, onde se deslocarão também a Representante da Comissão Europeia em Portugal, Sofia Colares Alves, a Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, e o Embaixador de São Tomé e Príncipe em Lisboa, António Quintas do Espírito Santo.

Para garantir as corretas condições de circulação, os jornalistas interessados devem comunicar o seu interesse (identificando nome, órgão de comunicação social e nº da carteira profissional) para Ana Paula Rosa, do Ministério dos Negócios Estrangeiros, através do endereço anapaula.rosa@mne.gov.pt . Contacto para esclarecimentos/informações: 961526075 (tlm+whatsapp)

Imagens disponíveis:

Em breve teremos disponíveis imagens relativo a este voo em EuropeBySatellite.

Estão disponíveis imagens do voo operado entre Lyon e a República Centro-Africana.

Funcionamento da Ponte Aérea Humanitária da UE:

  • Tratando-se de um esforço conjunto da Comissão e dos Estados-Membros, a Comissão financia os voos dos Estados-Membros de e para os destinos propostos, sempre que possível combinados com os voos de repatriamento em curso, nos quais viajarão também trabalhadores humanitários no âmbito da rotação de equipas.
  • O dispositivo está à disposição do pessoal humanitário e de cooperação das administrações nacionais, das ONG e das agências da ONU.
  • A Comissão financia 100 % dos custos de transporte, enquanto os parceiros da UE são responsáveis pela aquisição do material humanitário.

Contexto

A resposta mundial ao coronavírus da UE segue a abordagem da Equipa Europa, recolhendo as contribuições de todas as instituições da UE e combinando os recursos mobilizados pelos Estados-Membros e pelas instituições financeiras da UE para fazer face às consequências humanitárias, sanitárias e outras da pandemia de COVID-19.

Mais informações

Ficha informativa sobre a ponte aérea humanitária

Resposta da UE ao coronavírus: gestão da crise e solidariedade

Ajuda da UE a São Tomé e Príncipe

Acompanhem a ação nas redes sociais através dos marcadores #UnitedAgainstCoronavirus #StrongerTogether #RescEU e das Contas da Representação da Comissão Europeia em Portugal Facebook, Twitter, Instagram