O que faz a Comissão

A Comissão Europeia está atualmente a criar uma união dos mercados de capitais, que deverá desbloquear financiamentos destinados às empresas europeias e estimular o crescimento dos países da UE, graças a um verdadeiro mercado único de capitais.

A Comissão acompanha igualmente as reformas introduzidas na sequência da crise financeira, controlando a respetiva eficácia, esforçando-se por que os serviços financeiros de retalho funcionem melhor para os consumidores e os pequenos investidores.

Objetivos

A união dos mercados de capitais visa:

  • Desenvolver um sistema financeiro mais diversificado, complementando o financiamento bancário com mercados de capitais mais aprofundados e desenvolvidos
  • Desbloquear capitais em toda a Europa que estão atualmente congelados, colocando-os ao serviço da economia, dando aos aforradores mais opções de investimento e oferecendo às empresas uma maior escolha em termos de financiamento a custos mais baixos
  • Criar um mercado de capitais a nível da UE em que os investidores podem investir fundos sem entraves relacionados com as fronteiras e as empresas podem angariar os fundos necessários a partir de uma vasta gama de fontes, independentemente da sua localização

As novas regras para os bancos e a união bancária visam:

  • Garantir que as instituições financeiras são objeto de uma regulamentação e supervisão mais eficazes tanto na zona euro como em toda a UE
  • Assegurar que os bancos estão mais bem capitalizados e os riscos mais bem controlados
  • Proteger os depositantes e os pequenos investidores
  • Estabelecer mecanismos de resolução para os bancos em situação de insolvência, para pôr fim à época de enormes resgates pagos pelos contribuintes