Rumo a um sistema alimentar europeu mais saudável e sustentável, a pedra angular do Pacto Ecológico Europeu

 

  • food icon
    Assegurar que os europeus dispõem de alimentos saudáveis, acessíveis e sustentáveis
  • climate change icon
    Combater as alterações climáticas
  • trees icon
    Proteger o ambiente
    e preservar a biodiversidade
  • farmer icon
    Rendimento económico justo
    na cadeia alimentar
  • farm icon
    Expandir a agricultura biológica
frans timmermans photo
«A crise do coronavírus revelou como todos somos vulneráveis, e como é importante restaurar o equilíbrio entre a atividade humana e a natureza. No centro do Pacto Ecológico Europeu, as estratégias da biodiversidade e «do prado ao prato» apontam para um novo e melhor equilíbrio entre natureza, sistemas alimentares e biodiversidade, para proteger a saúde e o bem-estar dos nossos cidadãos e, ao mesmo tempo, aumentar a competitividade e a resiliência da UE. Estas estratégias são uma parte crucial da grande transição que estamos a iniciar.»


Frans Timmermans, vice-presidente executivo da Comissão Europeia
pesticides icon A utilização de pesticidas na agricultura contribui para a poluição do solo, da água e do ar.
A Comissão tomará medidas para:
  • reduzir em 50 % a utilização e o risco dos pesticidas químicos até 2030.
  • reduzir em 50 % a utilização de pesticidas mais perigosos até 2030.
nutrients icon

O excesso de nutrientes no ambiente é a principal fonte de poluição do ar, do solo e da água,
o que tem um impacto negativo na biodiversidade e no clima. A Comissão agirá no sentido de:

  • reduzir as perdas de nutrientes em pelo menos 50 %, assegurando simultaneamente a não deterioração da fertilidade do solo.
  • reduzir a utilização de fertilizantes em pelo menos 20 % até 2030.
chemicals icon A resistência aos agentes antimicrobianos, associada à utilização de agentes antimicrobianos na saúde humana e animal, conduz
a uma estimativa de 33 000 mortes humanas na UE todos os anos. A Comissão reduzirá em 50 % as
vendas de agentes antimicrobianos para animais de criação e na aquicultura até 2030.
farm icon A agricultura biológica é uma prática ecológica que deve continuar a ser desenvolvida.
A Comissão reforçará o desenvolvimento da agricultura biológica no espaço UE, com o objetivo de alcançar
(25 % do terreno agrícola total) dedicado à agricultura biológica até 2030.

 

Concretizar a transição: escolhas informadas e ganhos de eficiência

vegetable basket

A criação de um ambiente alimentar saudável torna a escolha saudável e
sustentável numa escolha fácil

Estima-se que em 2017 mais de 950 000 mortes na UE sejam atribuíveis a regimes alimentares não saudáveis (uma em cada cinco).
Um regime alimentar saudável e vegetariano reduz o risco de doenças potencialmente fatais e o

impacto ambiental do nosso sistema alimentar.

jar

A rotulagem dos alimentos capacita os consumidores a escolherem regimes alimentares saudáveis e sustentáveis

A Comissão proporá a rotulagem nutricional, obrigatória e harmonizada, na frente da embalagem e desenvolverá um quadro sustentável de rotulagem dos alimentos que abranja os aspetos nutricionais, climáticos, ambientais e sociais dos produtos alimentares.

foodwaste icon

Intensificar a luta contra o desperdício alimentar

Reduzir para metade o desperdício alimentar per capita a nível do retalho e do consumidor até 2030: a Comissão proporá objetivos juridicamente vinculativos para reduzir o desperdício alimentar em toda a UE até 2023.

fields

Investigação e Inovação

No quadro do Horizonte Europa, serão investidos 10 mil milhões de EUR em I&I em matéria de alimentação, bioeconomia,
recursos naturais, agricultura, pescas, aquicultura e ambiente. A transferência de conhecimentos
será essencial. Os serviços de aconselhamento agrícola da PAC e a rede de dados sobre a sustentabilidade das explorações agrícolas serão
fundamentais para ajudar os agricultores na transição.

hands

Promover a transição mundial

Tornar os alimentos europeus conhecidos pela sua sustentabilidade pode proporcionar uma vantagem competitiva e criar
novas oportunidades de negócio para os agricultores europeus.
A UE colaborará com países terceiros e intervenientes internacionais para apoiar o movimento mundial
rumo a sistemas alimentares sustentáveis. Um quadro sustentável de rotulagem dos alimentos facilitará
a escolha dos consumidores.

 

 

 

Documentos