Introdução

A tecnologia digital está a transformar a vida das pessoas. A estratégia digital da UE pretende fazer com que esta transformação traga benefícios tanto para as pessoas como para as empresas e contribua simultaneamente para que a UE possa alcançar o seu objetivo de uma Europa com um impacto neutro no clima até 2050.

A Comissão está determinada em fazer desta década a «Década Digital» da Europa. A Europa deve consolidar a sua soberania digital e estabelecer normas, em vez de se limitar a respeitar as normas dos outros, centrando-se claramente nos dados, na tecnologia e nas infraestruturas.

  • A Década Digital da Europa

    A Década Digital da Europa

    capacitar as pessoas e as empresas com vista a um futuro digital sustentável, próspero e centrado no ser humano

  • Construir o futuro digital da Europa

    Construir o futuro digital da Europa

    garantir que a tecnologia está ao serviço das pessoas e confere um valor acrescentado ao seu quotidiano

Ações

 

Contexto

Desde 2014, a Comissão tomou uma série de medidas para facilitar o desenvolvimento de uma economia que saiba tirar partido dos dados, tendo nomeadamente adotado

Em 2018, a Comissão apresentou, pela primeira vez, uma estratégia para a inteligência artificial (IA) e chegou a acordo quanto a um plano coordenado com os Estados-Membros. Em abril de 2019, o Grupo de Peritos de Alto Nível em Inteligência Artificial apresentou as suas orientações éticas para uma IA de confiança, que se basearam no quadro relativo à IA apresentado em 19 de fevereiro de 2020.

Nas suas orientações políticas, a presidente da Comissão, Ursula von der Leyen, salientou que a Europa deve liderar a transição para um planeta saudável e para um novo mundo digital. Neste contexto, durante os primeiros cem dias do seu mandato, lançou um debate sobre uma inteligência artificial assente em princípios éticos e a utilização de grandes volumes de dados (megadados) para criar riqueza tanto para as sociedades como para as empresas.

Documentos

DescarregarPDF - 1.3 MB