Exemplos de solidariedade europeia

European Solidarity Tracker

O European Solidarity Tracker é uma ferramenta interativa de visualização de dados que permite acompanhar as iniciativas de solidariedade entre países da UE e instituições da UE. Com base em dados de fontes acessíveis ao público recolhidos pelos investigadores associados do Conselho Europeu para as Relações Externas e pela equipa Rethink: Europe, o European Solidarity Tracker mostra a densa rede de cooperação e ajuda mútua que liga toda a Europa e ilustra o papel fundamental desempenhado pela UE durante a crise do coronavírus.

Indústria europeia participa para proteger os cidadãos

As empresas europeias reagiram rapidamente à crise do coronavírus, dando provas de uma solidariedade extraordinária e fazendo face à pandemia em conjunto, no intuito de proteger a saúde dos cidadãos europeus. Muitas empresas de toda a Europa reestruturaram e renovaram a sua produção para satisfazer a procura de equipamento de proteção individual (EPI), de desinfetantes e de dispositivos médicos. Desde destilarias a empresas têxteis, muitas empresas colocaram as suas competências e capacidades ao serviço dos cidadãos, orientando a produção para o fabrico de, por exemplo, máscaras, batas de proteção e ventiladores.

Ao longo dos últimos meses, a Comissão tomou medidas para criar as condições adequadas para que a indústria pudesse aumentar ou reestruturar a sua produção, nomeadamente solicitando aos organismos europeus de normalização que adotassem normas para máscaras e outro equipamento de proteção. Além disso, a fim de acelerar a aprovação de produtos essenciais e de ajudar as empresas a adaptarem as suas linhas de produção, a Comissão publicou orientações nos seguintes domínios: EPI, produtos não enxaguáveis de higienização e desinfetantes das mãos e impressão 3D.

As informações incluídas nesta ferramenta interativa baseiam-se em fontes de acesso público. A ferramenta contém uma lista não exaustiva, que apresenta uma série de exemplos para dar a conhecer a forma como a indústria europeia respondeu rapidamente ao surto de coronavírus. Se quiser partilhar a história da sua empresa, contacte-nos para o seguinte endereço eletrónico: comm-spp-grow-defi@ec.europa.eu

Solidariedade europeia no tratamento dos doentes

Áustria

Austrian flag

chirurchical mask  Onze doentes vindos de Itália e três de França estão a ser tratados em unidades de cuidados intensivos em hospitais austríacos. «Tendo em conta o quão dramática é a situação, trata-se apenas de uma pequena ajuda, mas é importante, simbolicamente, apoiar a Europa», afirma-se num comunicado das autoridades austríacas.

Alemanha

Germany

chirurchical mask  500 unidades de cuidados médicos móveis cofinanciadas pela UE permitirão fazer testes às pessoas em casa.

Itália

Italian flag

chirurchical mask  Uma equipa médica de emergência composta por dez médicos e enfermeiros oriundos de Itália está a preparar a sua partida para a Arménia no quadro do Mecanismo de Proteção Civil da UE.

Luxemburgo

Luxembourg flag

medical equipment  Sete doentes da cidade de Mulhouse, em França, que necessitavam de cuidados intensivos, foram transportados por via aérea em 25 de março e estão a ser tratados no Luxemburgo, onde chegaram entretanto mais quatro doentes da cidade francesa de Thionville.

A Luxembourg Air Rescue (entidade de busca e salvamento aéreo do país) assegurou o repatriamento de seis doentes da região do Grand-Est de França que foram tratados em unidades de cuidados intensivos quer no Grão-Ducado quer na Alemanha. Cinco doentes franceses continuam a receber cuidados intensivos no Luxemburgo,

Aviões-ambulância e dois helicópteros da Luxembourg Air Rescue, integrados no serviço de assistência médica de emergência francês, transportaram doentes franceses que necessitam de cuidados intensivos para Hamburgo e Dresden, na Alemanha.

Polónia

Polish flag

medical equipment  O centro polaco de ajuda internacional enviou uma equipa especializada constituída por 15 médicos e paramédicos polacos, certificada pela OMS, para um hospital de campanha em Brescia, na Lombardia, uma das mais zonas mais afetadas de Itália.

Roménia

Romanian flag

medical equipment  Médicos e enfermeiros da Roménia e da Noruega, estes últimos pertencentes ao Corpo Médico Europeu, foram enviados para Bérgamo e Milão. Esta operação foi cofinanciada ao abrigo do Mecanismo de Proteção Civil da União e coordenada pelo Centro de Coordenação de Resposta de Emergência da UE

 

Solidariedade europeia para proteger os profissionais da saúde e os cidadãos

UE
EU flag

disinfo Em 7 de maio, a Comissão Europeia começou a entregar 1,5 milhões de máscaras a 17 Estados-Membros e ao Reino Unido para proteger os profissionais de saúde da UE. Trata-se do primeiro lote dos 10 milhões de máscaras adquiridos pela Comissão através do Instrumento de Apoio de Emergência, que serão distribuídas ao longo das próximas seis semanas em lotes semanais de 1,5 milhões de máscaras aos países e às regiões que delas necessitem. 

Após a entrega de cerca de 330 000 máscaras de proteção a Itália, Espanha e Croácia, foram entregues mais lotes de máscaras de proteção à Lituânia (20 000), Macedónia do Norte (10 000) e ao Montenegro (10 000), ao abrigo do Mecanismo de Proteção Civil da UE. A reserva rescEU de equipamento médico é integralmente financiada pelo orçamento da UE. A Alemanha e a Roménia foram os primeiros Estados-Membros a acolher a reserva da rescEU, sendo seguidos pela Dinamarca, pela Grécia, pela Hungria e pela Suécia em setembro.

Em 18 de junho, uma operação piloto permitiu entregar com êxito mais de sete toneladas de equipamento de proteção individual à Bulgária. A carga incluía mais de 500 000 máscaras de proteção, adquiridas pela Bulgária, tendo os custos de transporte sido cobertos pela UE.

Em 7 de julho, a UE entregou 65 000 máscaras adicionais à Croácia, ao Montenegro, à Macedónia do Norte e à Sérvia, já por meio da reserva estratégica rescEU.

Na primeira semana de agosto, foram distribuídos mais lotes de máscaras de proteção à Croácia, ao Montenegro e à Macedónia do Norte, provenientes da reserva comum rescEU. Mais de 130 000 máscaras e batas de proteção para pessoal médico foram entregues ao Montenegro e à Macedónia do Norte em outubro, que vieram somar-se às 520 000 máscaras já fornecidas anteriormente a partir da reserva rescEU e foi prestada assistência em espécie a países necessitados através do Mecanismo de Proteção Civil da UE.

Mais de 130 000 máscaras e batas de proteção para pessoal médico foram entregues ao Montenegro e à Macedónia do Norte em outubro, que vieram somar-se às 520 000 máscaras já fornecidas anteriormente a partir da reserva rescEU e foi prestada assistência em espécie a países necessitados através do Mecanismo de Proteção Civil da UE.

Em 22 de outubro, a UE enviou à Chéquia um primeiro lote de 30 ventiladores da reserva comum europeia de equipamento médico, rescEU. As contribuições adicionais dos Países Baixos e da Áustria permitiram satisfazer cabalmente o pedido de 150 ventiladores da Chéquia.

Na sequência de um pedido apresentado pela França através do Mecanismo de Proteção Civil da UE, foram entregues em outubro e novembro dois lotes de 2 milhões de luvas cirúrgicas oferecidas pela Noruega.

O Mecanismo de Proteção Civil da UE coordenou igualmente o envio para o Azerbaijão de uma equipa médica de emergência italiana composta por seis peritos médicos, a fim de apoiar as autoridades sanitárias locais na luta contra o coronavírus. Até à data, o Mecanismo de Proteção Civil da UE respondeu a 25 pedidos ao longo de toda a pandemia e disponibilizou equipamento de proteção individual, medicamentos e peritos sanitários.

Letónia

latvia

chirurchical mask  Ao abrigo do Mecanismo de Proteção Civil da UE, a Letónia entregou 478 500 máscaras de proteção à Estónia.

Também ao abrigo deste mecanismo, disponibilizou 60 000 máscaras de proteção à Lituânia.

Áustria

Austrian flag

chirurchical mask  A Áustria transportou um milhão e meio de máscaras para Itália.

Além disso, entregou a Itália mais de 3 360 litros de desinfetante para uso médico através do Mecanismo de Proteção Civil da UE.

Ainda no quadro deste mecanismo, a Áustria está a enviar luvas e desinfetante para a Croácia, a Bósnia-Herzegovina, o Montenegro, a Moldávia e a Albânia, a Macedónia do Norte recebeu abrigos e artigos sanitários e a Sérvia recebeu cobertores, colchões e tendas para os migrantes que se encontram no país. A Áustria também colocou à disposição das autoridades gregas 181 contentores que podem ser usados como abrigos ou unidades móveis de cuidados de saúde nos campos de migrantes na Grécia. 
A Áustria enviou 15 ventiladores à Chéquia e ofereceu 30 dispositivos de oxigenoterapia nasal de elevado débito através do Mecanismo de Proteção Civil da UE.

Chéquia

Czech flag

chirurchical mask  A Chéquia entregou 10 000 fatos de proteção a Itália e outros 10 000 a Espanha
Através do Mecanismo de Proteção Civil da UE, a Chéquia enviou também para a Grécia abrigos, artigos sanitários e produtos não alimentares destinados aos refugiados e migrantes em risco de infeção pelo coronavírus.

Dinamarca

Danish flag

chirurchical mask  Através do Mecanismo de Proteção Civil da UE, a Dinamarca enviou para a Grécia contentores adaptados para alojamento e prestação de cuidados médicos destinados aos refugiados e migrantes em risco de infeção pelo coronavírus. Também ofereceu ventiladores médicos a Itália e equipamento de proteção à Geórgia. 

Estónia

Estonian flag

disinfo  A Estónia ofereceu desinfetante, cobertores e roupa de cama à Macedónia do Norte, Montenegro e Geórgia através do Mecanismo de Proteção Civil da UE.

França

French flag

chirurchical mask  A França doou um milhão de máscaras e 20 000 fatos de proteção a Itália. Através do Mecanismo de Proteção Civil da UE, a França está também a enviar para a Grécia contentores adaptados para alojamento e prestação de cuidados médicos destinados aos refugiados e migrantes em risco de infeção pelo coronavírus.

Alemanha

Germany

chirurchical mask  A Alemanha enviou para Itália 7,5 toneladas de equipamentos médico, nomeadamente ventiladores e máscaras de anestesia, e entregou 50 ventiladores a Espanha e 25 a França.

Hungria

hungary

disinfo O Luxemburgo entregou a Espanha 1 440 kg de tecido para ser usado na confeção de fatos de proteção individual para o pessoal médico e facilitou a entrega à Lituânia de 100 toneladas de equipamento médico procedente da China.

Países Baixos

Dutch flag

disinfo  Através do Mecanismo de Proteção Civil da UE, os Países Baixos estão a enviar para a Grécia contentores adaptados para alojamento e prestação de cuidados médicos destinados aos refugiados e migrantes em risco de infeção pelo coronavírus.

Os Países Baixos enviaram 105 ventiladores à Chéquia através do Mecanismo de Proteção Civil da UE.

Polónia

Polish flag

chirurchical mask  A Polónia ofereceu desinfetante, máscaras cirúrgicas, viseiras e outros artigos de equipamento de proteção individual à Moldávia e à Ucrânia.

Eslováquia

slovakia

chirurchical mask  A Eslováquia enviou máscaras e desinfetante para Itália e ofereceu ambulâncias, máscaras, desinfetante e cobertores à Ucrânia, ao abrigo do Mecanismo de Proteção Civil da UE.

Solidariedade europeia para que todos possam regressar a casa*

 

UE

EU flag


Picture of airplane  Desde o início da crise, mais de 360 voos providenciados e cofinanciados pelo Mecanismo de Proteção Civil da UE permitiram repatriar, até à data, mais de 82 000 cidadãos europeus retidos noutros países. Um em cada três passageiros repatriados eram cidadãos europeus que não tinham a nacionalidade do país que organizou o voo de repatriamento.
Todos os dias, há cidadãos que regressam a casa em muitos outros voos intraeuropeus, alguns dos quais diretamente organizados pelos Estados-Membros fora do quadro do Mecanismo de Proteção Civil da UE.

Áustria

Austrian flag

Picture of airplane  Numerosos cidadãos de 25 países da UE foram repatriados em voos organizados pela Áustria procedentes da África do Sul, Argentina, Austrália, Chile, Cuba, Egito, Espanha, EUA, Filipinas, Indonésia, Malásia, Maldivas, Marrocos, Maurícia, México, Peru, Reino Unido, República Dominicana, Tailândia, Tunísia e Vietname. 

Bélgica

Belgian flag

Picture of airplane  A Bélgica repatriou cidadãos de 20 países da UE.

Chéquia

Czech flag

Picture of airplane  A Chéquia repatriou cidadãos de 22 países da UE.

Dinamarca

Danish flag

plane  A Dinamarca trouxe cidadãos de outros países da UE num voo procedente do Mali que, à ida, tinha transportado ajuda humanitária para este país.

 

Finlândia 

flag of Finland

plane  A Finlândia assegurou o repatriamento de cidadãos de dez países da UE.

França

French flag

Picture of airplane  A França repatriou cidadãos de 26 países da UE. No início do mês de fevereiro, um avião descolou de Wuhan, na China, com 64 franceses e 135 cidadãos de outras nacionalidades da UE a bordo.

Alemanha

Germany

Picture of airplane  A Alemanha repatriou milhares de cidadãos de vários outros países da UE.

Hungria

hungary

plane  A Hungria assegurou o repatriamento de cidadãos de quatro países da UE. 

Irlanda

Irish flag

Picture of airplane  A Irlanda ajudou a repatriar cidadãos de 17 países da UE.

Itália

Italian flag

Picture of airplane  Itália repatriou de Tóquio, no Japão, cidadãos de seis países da UE.

Letónia

Latvian flag

Picture of airplane  A Letónia assegurou o repatriamento de cidadãos de quatro países da UE.

Lituânia

Lithuanian flag

plane  A Lituânia assegurou o repatriamento de cidadãos de oito países da UE.

Luxemburgo

Luxembourg flag


Picture of airplane  Portugal assegurou o repatriamento de centenas de cidadãos de 17 países da UE.

Espanha

Spanish flag

Picture of airplane  Espanha repatriou mais de 600 cidadãos europeus de 19 países da UE.

Suécia

sweden

plane  A Suécia assegurou o repatriamento de cidadãos de 15 países da UE.

Muitos outros cidadãos europeus foram repatriados noutros voos europeus fora do quadro do Mecanismo de Proteção Civil da UE. Por exemplo:

Croácia

Croatian flag

Airplane  A Croácia ajudou a repatriar cidadãos de cinco países da UE.

Dinamarca

Danish flag


Picture of airplane  Um voo dinamarquês procedente das Filipinas permitiu repatriar 105 dinamarqueses e 179 europeus de outras nacionalidades. A Dinamarca ajudou a repatriar mais 324 cidadãos europeus de outras nacionalidades mediante quatro voos especiais provenientes de Marrocos, de Itália, das Filipinas e do Peru.

Alemanha

Germany

ferry  A Alemanha repatriou 600 estónios, letões e lituanos num navio transbordador.

Hungria

Hungarian flag


Picture of airplane  A Hungria assegurou o repatriamento de cidadãos de seis países da UE.

Lituânia

Lithuanian flag


Picture of airplane  A Lituânia ajudou a repatriar mais de 400 cidadãos de seis países da UE, a partir do Vietname, da Tailândia, da Indonésia e da América do Sul.

Países Baixos

Dutch flag


Picture of airplane  Os Países Baixos repatriaram mais de 230 cidadãos de vários países da UE, que se encontravam em Espanha, Portugal, Gâmbia, Cabo Verde, Peru e Turquia.

Polónia

Polish flag

 

Picture of airplane  A companhia aérea polaca LOT ajudou a repatriar cidadãos de 18 países da UE.
ferry Small image of a train small image of a car

A Polónia colocou ferries e comboios à disposição de cidadãos da Estónia, da Letónia e da Lituânia para estes poderem regressar a casa. Além disso, a Polónia também organizou o regresso ao país de origem de mais de 2000 cidadãos naturais da Estónia, Letónia e Lituânia em 18 caravanas compostas por mais de 800 veículos e escoltadas pela polícia polaca.

Portugal

Portuguese flag


Picture of airplane  Portugal ajudou a repatriar cidadãos de 15 países da UE.

 

Eslováquia

Slovakian flag


Picture of airplane  A Eslováquia organizou um voo a partir dos Estados Unidos para repatriar 300 cidadãos europeus de quatro países da UE. Estão previstos mais seis voos.

*19 países da UE recorreram ao Mecanismo de Proteção Civil da União para levar a cabo o repatriamento de cidadãos. Os exemplos mencionados de solidariedade bilateral com vista a assegurar o repatriamento de cidadãos são os que foram expressamente comunicados à Comissão.

map

Tem mais exemplos e imagens de solidariedade? Envie-os para COMM-EU-SOLIDARITY@ec.europa.eu

Atualizado em 26/10/2020

Exoneração de responsabilidade: Os exemplos que figuram nesta página não são exaustivos. Os números baseiam-se nas informações mais recentes fornecidas pelos países da UE através do Sistema Comum de Comunicação e Informação de Emergência (CECIS). Embora a Comissão se esforce por manter as informações atualizadas, não assume qualquer tipo de responsabilidade, explícita ou implícita, quanto à exaustividade e exatidão das informações contidas na página.

Solidariedade europeia no apoio aos requerentes de asilo

Desde o início da pandemia de coronavírus, a Comissão ajudou a Grécia a proteger as populações vulneráveis contra o vírus e a evitar uma crise sanitária nos campos de refugiados. A Comissão, nomeadamente através do pessoal presente na Grécia, continua a acompanhar a evolução da situação no continente e nas ilhas e presta apoio operacional e financeiro às autoridades gregas. A Comissão está igualmente empenhada em prestar o apoio de emergência necessário para atenuar as consequências das situações de crise, como o incêndio no centro de acolhimento e identificação de Moria, na ilha de Lesbos.

Em conformidade com o compromisso assumido pela presidente Ursula von der Leyen durante a sua visita à Grécia no início de março, foram imediatamente disponibilizados 350 milhões de EUR para apoiar cinco projetos de gestão da migração, a título de ajuda de emergência. Estes projetos ajudaram a manter a capacidade de acolhimento na Grécia continental e suas ilhas, através do fornecimento de alojamento e apoio ao regime de arrendamento.

Além disso, foi dada uma resposta imediata para impedir a propagação do coronavírus nas ilhas do mar Egeu, onde estão localizados os centros de acolhimento e identificação. Foi ainda prestada assistência para proteger e apoiar as atividades para as crianças não acompanhadas. Em especial, a Comissão coordena e financia a recolocação de menores não acompanhados da Grécia para outros Estados-Membros.

Em abril de 2020, foram disponibilizados mais 350 milhões de EUR de assistência financeira. O aumento do financiamento concedido visa apoiar, entre outras ações, o aumento da capacidade de acolhimento nas ilhas gregas, a disponibilização nos campos de refugiados de serviços e artigos de emergência (por exemplo, alimentos, mas também produtos não alimentares), a disponibilização de mais equipas médicas, o reforço do apoio aos serviços de asilo gregos e o destacamento de guardas e de agentes da polícia para as fronteiras externas gregas. O apoio financeiro visa igualmente ajudar a Grécia a prevenir e reduzir o potencial de propagação do coronavírus nos campos, nomeadamente através da transferência de pessoas vulneráveis para alojamentos alternativos.

Documentos

Ficha informativa: Coronavírus - a solidariedade europeia em ação