Resposta

Os dados pessoais apenas devem ser tratados se a finalidade do tratamento não puder ser atingida de forma razoável por outros meios. Sempre que possível, é preferível utilizar dados anónimos. Sempre que sejam necessários dados pessoais, estes devem ser adequados, pertinentes e limitados ao que é necessário relativamente à finalidade em questão («minimização dos dados»). É da sua responsabilidade enquanto responsável pelo tratamento avaliar qual a quantidade de dados necessária e garantir que não são recolhidos dados não pertinentes.

Exemplo

Uma empresa oferece serviços de partilha de automóveis a indivíduos. Para estes serviços, a empresa pode solicitar o nome, a morada e o número de cartão de crédito do cliente e, possivelmente, informações sobre se a pessoa tem uma deficiência (dados de saúde), mas não a sua origem racial.

Referências

  • Artigo 5.º, n.º 1, alínea c); considerando 39