Sobre esta consulta

Período para apresentação de comentários
16 Janeiro 2019 - 10 Abril 2019 (24 horas - hora de Bruxelas)
Tópico
Economia e sociedade digitais

Público‑alvo

Cidadãos: Os cidadãos suscetíveis de estar interessados nesta consulta são os que têm um interesse especial nos serviços sem fios e na implantação de redes móveis; • Associações de consumidores; • Associações de cidadãos; • Autoridades públicas: autoridades nacionais, regionais e municipais dos Estados-Membros que participam no processo atual de concessão de autorizações. Tal inclui a comunidade responsável pela aplicação da lei representada pelos reguladores nacionais de telecomunicações, que monitorizam o respeito dos limites dos campos eletromagnéticos; • Peritos: peritos em gestão do espetro dos Estados-Membros e universidades e institutos de investigação; • Associações/indústria/empresas: fabricantes/fornecedores de equipamentos de redes móveis, operadores de redes móveis e respetivos subcontratantes potenciais que tratam da implantação das redes.

Motivo desta consulta

Esta ação de consulta procurará obter contributos sobre a medida em que o regime simplificado de implantação deve ser aplicado, ou seja, quais as pequenas células que deverão ser objeto de isenção e com base em que características físicas e técnicas. O impacto de um tal regime simplificado de implantação será exaustivamente investigado, incluindo os potenciais impactos nas questões ambientais, económicas e outras. No entanto, deveria ser assegurada uma implantação suficientemente ampla das pequenas células, a fim de permitir a instalação das novas redes 5G.

Responder ao questionário

O prazo de resposta à consulta terminou. O questionário já não está disponível. Para acompanhar a evolução desta iniciativa, assine as notificações.

Resultados da consulta

Para mais informações sobre a consulta, ver abaixo. Assine as notificações para acompanhar a evolução desta iniciativa.

Summary report