Subvenções

A UE concede subvenções a organizações e, por vezes, a cidadãos, para ajudar a realizar projetos que contribuam para a prossecução das políticas europeias. As subvenções são concedidas em domínios muito diferentes, como a investigação, a educação ou a ajuda humanitária.

A UE raramente financia projetos a 100 %. As subvenções são uma forma de financiamento complementar e a organização beneficiária também tem de contribuir com uma percentagem do financiamento do seu projeto.

A Comissão Europeia anuncia oportunidades de subvenção através da publicação de convites à apresentação de propostas.

Oportunidades de financiamento - por domínio temático

Empréstimos, garantias e capital próprio

A UE concede ajuda financeira para apoiar as suas políticas e programas sob a forma de empréstimos, garantias e capitais próprios. Por exemplo, a UE concede empréstimos a todo o tipo de empresas para o investimento em investigação e inovação e disponibiliza garantias para ajudar os beneficiários a obterem empréstimos mais facilmente ou em melhores condições junto de bancos e outras entidades de crédito. A UE pode também participar financeiramente num projeto tornando‑se proprietária de partes do mesmo.

Acesso a financiamento da UE

Subsídios

Os subsídios são geridos diretamente pelos governos dos países da UE e não pela Comissão Europeia. Os subsídios agrícolas, por exemplo, destinam-se a apoiar os agricultores.

Prémios

Os prémios recompensam os vencedores dos concursos do Horizonte 2020. podendo ser monetários ou traduzir-se em publicidade ou promoção.

Contratos públicos

A Comissão recorre a contratos públicos para adquirir no mercado bens, serviços e empreitadas para seu uso interno. Os contratos são adjudicados através de concursos e não são considerados uma forma de financiamento da UE.

Para mais informações sobre contratos públicos, consultar:

Anúncios de concurso - por serviço

TED (Tenders Electronic Daily - Diário Eletrónico de Concursos)