Panorâmica

As perspetivas agrícolas da UE, publicadas uma vez por ano, apresentam uma panorâmica dos principais mercados agrícolas da UE, dos rendimentos agrícolas e da conjuntura, até 2030. Baseiam-se num conjunto de premissas ligadas às condições macroeconómicas, ao contexto da política agrícola e comercial e à evolução do mercado internacional.

Estas premissas implicam uma evolução relativamente harmoniosa da situação dos mercados, apesar de, na realidade, estes tenderem a ser muito mais voláteis. Por conseguinte, trata-se de perspetivas e não de previsões. Concretamente, as projeções correspondem à tendência média esperada nos mercados agrícolas num determinado ambiente macroeconómico se as políticas se mantiverem inalteradas.

Última edição

DescarregarPDF - 7.5 MB
DescarregarPDF - 2.6 MB

Informações úteis

DescarregarPDF - 787.9 KB
DescarregarXLSX - 225 KB

Acerca do relatório

O relatório abrange a UE na sua composição atual (UE-27), na sequência do Brexit, que teve lugar em 31 de janeiro de 2020. Apresenta as perspetivas a médio prazo para os mercados agrícolas, os rendimentos agrícolas e a conjuntura da UE até 2030, com base num conjunto de premissas macroeconómicas coerentes consideradas mais plausíveis no momento da análise. As previsões sobre os preços do petróleo e a população (decorrentes das previsões da IHS Markit) foram atualizadas em 16 de outubro de 2020; as previsões das taxas de câmbio e do PIB (decorrentes das previsões da Comissão Europeia) foram atualizadas em 5 de novembro de 2020.

As análises dos mercados agrícolas baseiam-se nas informações sobre a produção agrícola e o comércio disponíveis em finais de setembro de 2020, bem como num modelo agroeconómico utilizado pela Comissão Europeia. As projeções pressupõem o prosseguimento das atuais políticas agrícolas e comerciais, e não das que se encontram em debate, como a reforma da PAC pós-2020, o próximo quadro financeiro plurianual e o Pacto Ecológico Europeu. Apenas são tomados em conta os acordos de comércio livre ratificados no final de setembro de 2020.

O relatório é também acompanhado da análise de uma seleção de fatores de incerteza do mercado, a fim de quantificar o potencial de variabilidade dos resultados. Essa variabilidade resulta, em particular, das flutuações do ambiente macroeconómico e dos rendimentos das principais culturas e do leite. Apresentam-se também cenários específicos sobre as vias de recuperação da pandemia de COVID-19 e sobre os insetos como fonte de proteínas para a alimentação animal.

No âmbito do processo preparatório, realizou-se em linha, em 21 e 22 de outubro de 2020, uma revisão externa do cenário de base e dos cenários inerentes às incertezas do mercado. Durante este evento, recolheram-se contributos valiosos de decisores políticos, de peritos, europeus e internacionais, em modelização e mercado, de empresas privadas e de outras partes interessadas, bem como de organizações internacionais como a OCDE e a FAO.

O relatório da Comissão Europeia constitui um esforço conjunto da Direção-Geral da Agricultura e do Desenvolvimento Rural (DG AGRI) e do Centro Comum de Investigação (JRC), sendo a DG AGRI responsável pelo conteúdo. Embora se envidem todos os esforços para proporcionar perspetivas sólidas para os mercados agrícolas, os rendimentos agrícolas e a conjuntura, subsistem fortes incertezas — daí a importância atribuída à análise destas últimas, atendendo, em especial ao rescaldo da pandemia de COVID-19.

Atualidade

Documentos

DescarregarPDF - 13.1 MB
DescarregarPDF - 12.4 MB
DescarregarPDF - 5.4 MB
DescarregarPDF - 7 MB
DescarregarPDF - 3.2 MB
DescarregarPDF - 5.3 MB
DescarregarPDF - 158.4 KB
DescarregarPDF - 4.7 MB
DescarregarPDF - 3.1 MB
DescarregarPDF - 1.1 MB
DescarregarPDF - 855.8 KB