Apoio a cursos de interpretação

Além de apoiar cursos de interpretação na UE e nos países candidatos, a Direção-Geral da Interpretação também coopera com países que não pertencem à UE. Vários programas internacionais apoiam o desenvolvimento das capacidades de interpretação e reforçam a cooperação e a compreensão mútua.

China

Criado há 30 anos, o programa de formação de intérpretes UE-China (EUCITP) oferece formação em interpretação de conferências a jovens funcionários chineses. Do lado chinês, a entidade responsável que assegura a coordenação é o Ministério do Comércio
(MOFCOM). Existem também relações com universidades chinesas que ensinam interpretação, como a Universidade de Estudos Internacionais de Xangai e a Universidade de Ciências Económicas e Empresariais de Pequim.

Macau

O programa de formação na Região Administrativa Especial de Macau contribuiu para aumentar o número de intérpretes qualificados na sua administração pública bilingue (português – cantonês/mandarim). O Instituto Politécnico de Macau também está envolvido nesta cooperação. 

Países africanos

O consórcio pan-africano de mestrados em interpretação e tradução (PAMCIT) visa promover o desenvolvimento de cursos de formação em tradução e interpretação de conferências em África. O secretariado do PAMCIT tem a sua sede em Nairobi, no Quénia (junto do Gabinete das Nações Unidas). As instituições participantes, que estão organizadas numa rede de centros de excelência, são as seguintes:

Centro de Tradução e de Interpretação da Universidade de Nairobi, Quénia

Universidade Pedagógica, Maputo, Moçambique 

Escola avançada de tradutores e intérpretes (ASTI) Universidade de Buea, Camarões

Universidade do Gana

Université Gaston Berger de Saint-Louis, Senegal

Para mais informações sobre o PAMCIT, veja este vídeo e visite o seu sítio Web oficial 

Cuba

A primeira iniciativa UE-Cuba com vista ao desenvolvimento de capacidades de interpretação foi lançada em 2017. O principal parceiro cubano é o Equipo de Servicios de Traductores e Intérpretes (ESTI) do Ministério dos Negócios Estrangeiros. A Direção-Geral da Interpretação oferece igualmente formação para formadores e recebe formandos cubanos para cursos de formação de intérpretes.

Rússia

Existe uma cooperação com duas universidades russas: Universidade Pública de Herzen (Escola de interpretação e tradução de São Petersburgo) e Universidade Pública de Astrakhan

Organizações internacionais

No âmbito da Reunião Anual Internacional sobre Serviços Linguísticos, Documentação e Publicações (IAMLADP), instituída pelas Nações Unidas, os responsáveis pelos serviços linguísticos e de conferências de organizações internacionais identificam e debatem problemas comuns, partilham experiências e delineiam boas práticas. 

 

Atualidade