Para os países da área do euro, o outono é o momento alto da supervisão orçamental. Os governos nacionais devem apresentar até 15 de outubro os seus projetos de planos orçamentais para o ano seguinte.

A Comissão avalia esses planos comparando-os com os requisitos do Pacto de Estabilidade e Crescimento. Em novembro, a Comissão emite um parecer formal sobre cada plano, a fim de que as suas orientações possam ser tidas em consideração aquando da finalização dos orçamentos nacionais.

Os ministros da economia e das finanças da área do euro debatem a avaliação dos planos pela Comissão no Eurogrupo.