Vacinação

Vacinação infantil

A vacinação é um modo seguro e económico de proteger as pessoas – especialmente os lactentes e as crianças mais pequenas – de certas doenças infecciosas. Todos os países da UE têm um programa de vacinação, que estabelece as vacinas e a idade em que as mesmas devem ser administradas na infância.

Apesar disso, na Europa, existem demasiadas crianças que não são vacinadas e que são vulneráveis a doenças potencialmente mortais. Para evitar consequências graves, é necessário velar por que cada comunidade esteja não só preparada como bem informada.

Tão importante como proporcionar um acesso equitativo às vacinas disponíveis para proteger as crianças é acabar com os mitos, promover argumentos científicos e assegurar que as pessoas compreendem a importância das vacinas em cada etapa da vida.

Melhorar as taxas de vacinação infantil na UE

De acordo com as Conclusões do Conselho sobre imunização infantil de 2011, nas quais se salienta a necessidade de aumentar a vacinação infantil em toda a UE, a Comissão, juntamente com o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) e a Agência Europeia de Medicamentos (EMA), apoia os países da UE:

  • aconselhando-os sobre as melhores práticas a adotar durante surtos de doenças que se podem prevenir por vacinação
  • financiando projetos de vacinação no quadro do Programa de Saúde
  • melhorando os dados para o acompanhamento da cobertura da vacinação (através da rede EUVAC)
  • incentivando as associações europeias de profissionais da saúde a sensibilizar os pais para a importância de vacinarem os filhos
  • facultando informações objetivas e fundamentadas aos profissionais da saúde (por exemplo, relatórios públicos europeus de avaliação)