Indicadores de saúde

Indicadores básicos de saúde europeus (ECHI)

Os indicadores básicos de saúde europeus (ECHI), anteriormente conhecidos como indicadores de saúde da Comunidade Europeia, são o resultado de uma cooperação de longo prazo entre os países da UE e a Comissão Europeia. A primeira lista de indicadores ECHI foi elaborada na sequência de três projetos ECHI (1998-2001, 2001-2004, 2005-2008) financiados ao abrigo dos programas de saúde da UE, com o objetivo de proporcionar um sistema de informação e conhecimentos comparáveis sobre saúde para acompanhar a situação da saúde a nível da UE.

A ação comum Monitorização dos Indicadores de Saúde da Comunidade Europeia deu origem a uma lista de 88 indicadores de saúde, classificados por domínio, que foram revistos em 2017 no âmbito do projeto BRIDGE-Saúde (completar a informação e gerar dados para investigação e políticas de saúde assentes em dados concretos). Existem definições e mecanismos de recolha de dados para mais de 60 destes indicadores e, quando relevante, os dados são discriminados por sexo, idade, estatuto socioeconómico e região. Os ECHI estão agrupados nas seguintes categorias:

Categoria

Exemplos

Situação demográfica e socioeconómica

População, taxa de natalidade, taxa global de desemprego

Estado de saúde

Mortalidade infantil, VIH/SIDA, lesões resultantes de acidentes de viação

Determinantes da saúde

Tabagismo, consumo/disponibilidade de fruta

Intervenções em matéria de saúde: serviços de saúde

Vacinação infantil, camas de hospital, despesas de saúde

Intervenções em matéria de saúde: promoção da saúde

Políticas em matéria de alimentação saudável

 

Os indicadores estão no cruzamento entre os aspetos políticos e os conjuntos de dados, refletindo um interesse político e uma escolha em termos do que pode ser calculado. Por estes motivos, a Comissão Europeia também utiliza outros indicadores da saúde europeus, que não fazem parte do sistema ECHI, mas que são úteis para os intervenientes na saúde.

Ferramenta ECHI

A ferramenta ECHI fornece dados tanto sobre os indicadores ECHI como outros indicadores de saúde europeus, disponíveis em diferentes formatos, de gráficos de linhas ou barras a mapas e quadros. Os dados podem ser convertidos em imagens ou descarregados sob forma de ficheiros de dados. A ferramenta permite selecionar vários indicadores de cada vez.

Referências

Avaliação da utilização e do impacto dos indicadores básicos de saúde europeus (ECHI) pelos Estados‑Membros (agosto de 2013)