• Eventos

Notícias


<< Voltar à lista de notícias

Trabalhar no estrangeiro durante uma pandemia: A história de um cozinheiro belga na Finlândia

Apesar de todos os seus esforços, o jovem cozinheiro Ahmed, de 35 anos, não conseguiu encontrar emprego na sua cidade, Bruxelas, durante a pandemia. Por isso, quando lhe propuseram adquirir experiência profissional no estrangeiro, não hesitou. Graças ao serviço EURES, em Bruxelas, Ahmed encontrou rapidamente um emprego na bela Lapónia – a região mais setentrional da Finlândia.
Picture

A determinação é a chave

Apesar da escassez de cozinheiros em Bruxelas, Ahmed estava a ter dificuldades em encontrar um emprego. «Devo ter enviado perto de 100 candidaturas. Só recebi duas ou três respostas e todas elas negativas. É difícil ficar motivado quando ninguém nos dá resposta, mas eu não queria ficar de braços cruzados sem fazer nada», diz Ahmed.

Foi então que o jovem cozinheiro decidiu tentar a sua sorte no estrangeiro e entrou em contacto com os conselheiros EURES em Actiris International – o departamento de mobilidade internacional do serviço público de emprego para a região de Bruxelas.

«Quando recebi uma oferta da Actiris International para um emprego sazonal num resort finlandês, candidatei-me imediatamente. Após uma entrevista com a equipa da EURES, a minha candidatura foi rapidamente enviada ao empregador.»

Uma semana para fazer a mudança

Após a primeira entrevista, tudo avançou muito rapidamente para Ahmed. «No dia seguinte, tive uma entrevista telefónica com o empregador, que correu bem, e na semana seguinte cheguei à Lapónia. Todo o processo de candidatura foi feito em inglês. Não sou bilingue, mas o meu inglês deve ter sido suficientemente bom», diz o cozinheiro belga.

Ahmed foi contratado como cozinheiro de linha. «Executava diferentes funções de forma rotativa, mas era principalmente responsável pela confeção de sobremesas e artigos de pastelaria. A cozinha era internacional, mas também aprendi a confecionar pratos finlandeses tradicionais.»

A pandemia

O contrato de Ahmed era de dezembro de 2019 a abril de 2020, mas quando a pandemia atingiu a Finlândia, em março, o resort teve de encerrar. Em vez de regressar a Bruxelas, Ahmed decidiu prosseguir a sua viagem, fortalecido pela sua experiência na Lapónia.

«Mudei-me para Helsínquia e, depois de algumas semanas, encontrei um emprego num bar de sushi.Aprendi a cortar peixe e a preparar sushi.Foi mesmo muito interessante!Mas depois, a segunda vaga da COVID-19 atingiu a Finlândia, o que levou ao encerramento de todos os restaurantes. Desta vez, não tive escolha a não ser voltar para a Bélgica», recorda Ahmed.

Apesar dos desafios que enfrentou durante a pandemia, Ahmed não se arrepende de ter ido para a Finlândia. «Fui muito feliz na Finlândia e estou a pensar regressar assim que tiver oportunidade. Gosto muito da mentalidade dos escandinavos – é um povo muito acolhedor e aberto. Aconselho todos os que estiverem a pensar trabalhar no estrangeiro a fazê-lo.É uma experiência muito positiva.»

 

Quer começar a sua aventura no estrangeiro? Apesar da pandemia, os nossos conselheiros EURES estão prontos para aconselhar e apoiar os candidatos a emprego na procura de oportunidades em toda a Europa. Contacte o Serviço de apoio EURES para começar hoje.

 

Ligações relacionadas:

Actiris International

Contacte o Serviço de Apoio EURES

Informações adicionais:

Jornadas Europeias do Emprego

Procure Conselheiros EURES

Condições de vida e de trabalho nos países EURES

Base de ofertas de emprego EURES

Serviços EURES para empregadores

Calendário de Eventos EURES

Próximos Eventos em linha

A EURES no Facebook

A EURES no Twitter

A EURES no LinkedIn

 

Declaração de exoneração de responsabilidade: Nem a EURES nem a Autoridade Europeia do Trabalho assumem qualquer tipo de responsabilidade relativamente aos sítios Web de terceiros acima mencionados.

07/05/2021

<< Voltar à lista de notícias
 
declaração de exoneração de responsabilidade

Os artigos destinam-se a fornecer aos utilizadores do portal EURES informações sobre tópicos e tendências atuais e a promover a discussão e o debate. O seu conteúdo reflete necessariamente a posição da Autoridade Europeia Do Trabalho (ELA) a da Comissão Europeia. Além disso, nem a EURES nem a ELA assumem qualquer tipo de responsabilidade relativamente aos sítios Web de terceiros acima mencionados