• Eventos

Notícias


<< Voltar à lista de notícias

O futuro do trabalho: gerentes de hotelaria, restauração e comércio

A Previsão de Competências do Cedefop permite-nos imaginar como será o mundo laboral dentro de 10 anos através da previsão das tendências futuras em matéria de emprego. Na nossa nova série de artigos, debruçamo-nos sobre os possíveis desafios e alterações que enfrentarão determinadas profissões daqui até 2030.
Picture

A segunda profissão em análise é a de gerente de hotelaria, restauração e comércio. Inclui gerentes de hotel, de restaurante, de comércio a retalho e por grosso e de outros serviços, como centros desportivos, recreativos e culturais.

 

Principais factos

 

  • Cerca de 4,2 milhões pessoas estavam empregadas como gerentes de hotelaria, restauração e comércio em 2018.
  • Neste grupo profissional, a taxa de emprego cresceu pouco mais de 3 % entre 2006 e 2018.
  • Autonomia, criatividade e capacidade de decisão, serviços e atendimento são as funções e competências mais importantes para os profissionais da área.
  • O comércio por grosso e a retalho (35 %) e os serviços de alojamento e restauração (32 %) são os setores que empregam mais gerentes nesta área.
  • O perfil de qualificações dos gerentes de hotelaria, restauração e comércio não deverá alterar-se significativamente no futuro, de acordo com a previsões.

 

Funções e competências

As funções e competências principais, classificadas de forma simples por ordem de importância geral, são enumeradas a seguir:

 

  • Autonomia

  • Serviço e atendimento

  • Criatividade e capacidade de decisão

  • Vender e influenciar

  • Gerir e coordenar

  • Reunir e avaliar informações

  • Literacia

  • Utilização das TIC

  • Ensinar, formar e treinar

  • Tarefas correntes

  • Numeracia

  • Trabalho em equipa

  • Destreza

  • Força

  • Utilização de máquinas

 

Quais são as tendências para o futuro?

 

  • Prevê-se a criação de cerca de 3 milhões de ofertas de emprego nesta área, que terão de ser preenchidas entre 2018 e 2030.

  • As projeções de emprego neste grupo profissional apontam para um crescimento a rondar os 10 % (um aumento de cerca de 410 000 postos de trabalho), com um crescimento especialmente forte na Itália, Chipre, no RU, na Dinamarca e na Hungria.

  • A percentagem de profissionais nesta área com qualificações de alto nível deverá aumentar, passando de 35 % em 2018 para 41 % em 2030.

  • A percentagem de profissionais nesta área com poucas qualificações deverá diminuir, passando de 22 % em 2018 para 18 % em 2030.

  • As profissões de gerente de hotelaria, restauração e comércio, ao que tudo indica, são profissões com muito pouco risco de automatização.

 

Que fatores de mudança irão afetar as suas competências?

Regra geral, os gerentes de hotelaria, restauração e comércio são responsáveis por estabelecimentos que prestam serviços diretamente ao público, mas que são demasiado pequenos para dispor de hierarquias de gestão. Por conseguinte, as suas competências devem estar mais orientadas para as relações com os clientes do que nos setores mais especializados e técnicos. Os fatores de mudança que irão moldar as principais tendências em matéria de competências nesta profissão incluirão os elementos que a seguir se indicam.

 

  • Uma nova geração de trabalhadores com exigências e expectativas diferentes. Os jovens cresceram num mundo interligado, pelo que valorizam a conciliação entre o trabalho e vida privada. Além disso, esperam uma comunicação mais rápida e mais acessível com as chefias, o que exigirá uma abordagem nova e mais flexível à gestão.

  • O envelhecimento da população na UE coloca desafios de recrutamento para os gerentes. À medida que os gerentes experientes se forem reformando, pode também haver défices de competências nas próprias funções de gestão.

  • As mudanças tecnológicas no setor do comércio a retalho, nomeadamente a introdução de caixas de pagamento em autosserviço, deu lugar à substituição de postos de caixas e à criação de novos postos para dar apoio ao consumidor no uso dessas máquinas. Em certos casos, estão subdesenvolvidas ou são inexistentes competências avançadas em matéria de gestão de dados, análise crítica, conhecimentos da Web e outras tecnologias, bem como de planeamento estratégico, e estas e revelar-se-ão essenciais para os gerentes nestes setores.

  • O aumento das atividades das empresas através de diferentes canais, como o comércio eletrónico e as reservas e a comercialização em linha, imporão novas exigências aos gerentes de hotelaria, restauração, comércio e outros serviços. Terão de ser capazes de gerir os pedidos dos clientes por intermédio destes novos canais, bem como de formar o seu pessoal e reforçar as suas competências.

  • A evolução dos quadros legais e regulamentares obriga a que os gerentes tenham um bom conhecimento das disposições legislativas e regulamentares (por exemplo, em questões de higiene e saúde no trabalho e higiene alimentar) e estejam em condições de se conformar às mesmas. O aumento dos contratos de trabalho temporário exigirá que os gerentes saibam dirigir as suas equipas com taxas potencialmente elevadas de rotatividade de pessoal.

 

Como se podem satisfazer estas necessidades de competências?

Os potenciais candidatos a cargos de gerência devem ser identificados numa fase precoce e integrados num programa de desenvolvimento adequado. O desenvolvimento de competências fundamentais de gestão e liderança requer uma formação de base em gestão, que pode ser interna ou externa. Essas competências podem igualmente ser adquiridas em contexto de trabalho e melhoradas por um sistema de tutoria ou de observação em situação de trabalho. As empresas devem igualmente formar os seus gerentes para a evolução tecnológica relevante para os seus setores.

As autoridades nacionais competentes podem também desempenhar um papel no desenvolvimento de competências de gestão proporcionando financiamento para apoiar as PME, em especial nas áreas do empreendedorismo e das necessidades de competências emergentes. No que se refere ao envelhecimento da mão de obra dos proprietários ou gerentes das lojas, a tónica deve ser colocada na prestação de formação sobre transferência de funções de gestão e no reforço da gestão dos recursos humanos.

 

Quer saber mais sobre a Previsão de Competências e o futuro dos empregos na Europa? Leia o nosso artigo de síntese e o nosso artigo sobre profissões jurídicas, sociais e culturais

 

Informações adicionais:

Jornadas Europeias do Emprego

Drop’pin@EURES

Encontrar um conselheiro EURES

Condições de vida e de trabalho nos países EURES

Base de dados de ofertas de emprego EURES

Serviços da EURES para empregadores

Calendário de eventos EURES

Próximos eventos em linha

A EURES no Facebook

A EURES no Twitter

A EURES no LinkedIn

 

Declaração de exoneração de responsabilidade: Nem a EURES nem a Comissão Europeia assumem qualquer tipo de responsabilidade relativamente aos sítios Web de terceiros acima mencionados

24/03/2020

<< Voltar à lista de notícias
 
declaração de exoneração de responsabilidade

Os artigos de "Em foco..." destinam-se a fornecer aos utilizadores do portal EURES informações sobre tópicos e tendências actuais e a promover a discussão e o debate. Não reflectem necessariamente a posição da Comissão Europeia.