Notícias


<< Voltar à lista de notícias

Engenheiro português aceita novo desafio nos Países Baixos

Picture
Depois de ter passado muito tempo a trabalhar em Portugal, o seu país natal, João Duarte, um experiente engenheiro de software, sentiu que era tempo de mudar. Com o auxílio da EURES, encontrou emprego na ALTEN, uma empresa de engenharia e consultoria sediada nos Países Baixos.

«Sentia a necessidade de uma mudança na minha vida profissional. Trabalhei na mesma empresa durante 14 anos e, ainda que tenha aprendido muito durante esse período, a minha carreira não estava a progredir da forma que eu desejava. Além disso, eu e a minha mulher éramos da opinião de que poderíamos dar um futuro melhor às nossas três filhas se fôssemos viver para outro país», afirma João.
 
O primeiro contacto de João com a ALTEN foi nas Engineers Mobility Days (Jornadas da Mobilidade dos Engenheiros), uma feira de emprego específica organizada pela EURES em Lisboa. Com efeito, na sequência da cooperação anterior com a EURES, a empresa fora aconselhada a aproveitar a referida feira para procurar novos colaboradores em Portugal.
 
«Fomos informados da feira de emprego em Lisboa quando participámos num evento semelhante em Barcelona, Espanha. Decidimos participar, pois era direcionada para engenheiros, explica Urszula Osipuk, parceira de recursos humanos internacionais na ALTEN. «Dado que a nossa empresa oferece empregos estimulantes no estrangeiro e a EURES nos apresenta candidatos com valor, formamos uma boa equipa.»
 
Algumas entrevistas após a primeira reunião, a ALTEN considerou que João tinha as capacidades técnicas, as competências e os conhecimentos linguísticos pretendidos, pelo que lhe propôs um emprego como consultor de engenharia de software em Amesterdão, Roterdão, Haia e Utreque.
 
«Foi o melhor passo que poderia ter dado»
 
A nível profissional, João afirma não ter tido grandes dificuldades de adaptação à nova vida nos Países Baixos. «Os engenheiros neerlandeses têm um excelente nível de conhecimento e tenho aprendido muito desde que cheguei. As condições de trabalho também são muito melhores do que podia imaginar. No cômputo geral, a mudança para os Países Baixos foi o melhor passo que poderia ter dado», explica João.
 
Quanto à vida fora do local de trabalho, João diz que a família está a adaptar-se bem à vida na cidade de Rijswijk, perto de Haia, apesar de alguns desafios encontrados pelo caminho. «Muitas vezes, as casas nos Países Baixos não têm nada quando são arrendadas, pelo que tive de aprender algumas coisas, por exemplo, colocar azulejos e papel de parede. Dá muito trabalho, mas é divertido e, no final, a casa ficou exatamente como eu queria», refere João. «Ah! E, claro, as bicicletas. Comecei a utilizar a bicicleta todos os dias para ir para o trabalho, às compras e para deslocações em geral. É o modo de vida neerlandês.»
 
Artigos relacionados:
 
 
 
 
Informações adicionais
 
Sítio Web da ALTEN
 
 
 
Encontre um Conselheiro EURES
 
As condições de vida e de trabalho nos países da rede EURES
 
A EURES no Facebook
 
A EURES no Twitter
 
A EURES no LinkedIn
 
A EURES no Google+
 
Declaração de exoneração de responsabilidade: Nem a EURES nem a Comissão Europeia assumem qualquer tipo de responsabilidade relativamente aos sítios Web de terceiros acima mencionados.
24/11/2014

<< Voltar à lista de notícias
 
declaração de exoneração de responsabilidade

Os artigos de "Em foco..." destinam-se a fornecer aos utilizadores do portal EURES informações sobre tópicos e tendências actuais e a promover a discussão e o debate. Não reflectem necessariamente a posição da Comissão Europeia.