• Eventos

Notícias


<< Voltar à lista de notícias

À procura de emprego no estrangeiro em tempos de pandemia? A experiência de Amandine mostra que é possível

Amandine sempre quis trabalhar no estrangeiro. No início de 2020, a candidata a emprego belga começou um estágio em Madrid, Espanha. Mas a pandemia de COVID-19 não tardou a obrigá-la a regressar a casa. Amandine voltou a tentar e encontrou uma nova oportunidade profissional em Valência.
Picture

Amandine começou a procurar emprego em 2019, depois do mestrado. A antropóloga realizou um intercâmbio Erasmus+ em Portugal e um estágio na Maurícia, mas percebeu rapidamente que não era fácil encontrar oportunidades. Decidiu inscrever-se no  Actiris, o Serviço Público de Emprego que gere os serviços EURES em Bruxelas, Bélgica.

Actiris abre portas a oportunidades no estrangeiro

Amandine participou numa sessão de informação geral sobre os vários serviços do Actiris, incluindo uma apresentação sobre estágios no estrangeiro, e pensou: «porque não eu?». Começou a desenvolver o seu «projet professionel» (projeto profissional), uma ferramenta que o Actiris utiliza para ajudar os candidatos a emprego a planearem o percurso profissional e a encontrarem oportunidades adequadas de emprego ou de estágio. Em seguida, enviou várias candidaturas e foi-lhe proposto um estágio de três meses numa associação em Madrid.

A COVID-19 obriga a mudar os planos

Amandine mudou-se para a capital espanhola para iniciar um estágio em fevereiro de 2020. Infelizmente, pouco tempo depois, a Europa começou a sentir os efeitos da pandemia de COVID-19. Tal como tantas outras pessoas, Amandine teve de mudar de planos.

Abandonou Madrid a meio da experiência, concluindo o resto do contrato em Bruxelas. Após algum tempo, candidatou-se a outros empregos em Bruxelas, mas constatou que, apesar de possuir as qualificações adequadas, frequentemente concorria com candidatos experientes em processos competitivos.

Amandine volta a tentar... e encontra a correspondência perfeita

Após alguns meses, Amandine compreendeu que não queria abdicar do plano inicial de trabalhar no estrangeiro. Decidiu voltar a candidatar-se e entrar em contacto com o seu conselheiro EURES no Actiris em setembro.

Apesar da pandemia, Amandine recebeu múltiplas propostas de empregadores em países como Espanha, Malta e Portugal. Muitos propunham trabalho à distância, mas Amandine queria viver outra vez no estrangeiro.

Finalmente, teve uma entrevista com uma associação LGBT em Valência para um cargo de investigação sobre desporto, género e orientação sexual. Era a correspondência perfeita. Extremamente interessada na vaga, Amandine impressionou os entrevistadores e acabou por ser selecionada.

Apesar das dificuldades criadas pela COVID-19, Amandine mudou-se recentemente para Valência para iniciar o estágio. Vive numa casa internacional partilhada na cidade espanhola, feliz com esta nova experiência no estrangeiro.

A experiência de Amandine mostra que, mesmo no atual contexto da pandemia de COVID-19, os empregadores europeus ainda procuram pessoal internacional.

Se também está interessado em trabalhar no estrangeiro, contacte já um conselheiro EURES para saber como este pode ajudá-lo a encontrar a oportunidade certa.

Pode ler mais sobre a história de Amandine neste artigo (em francês) no sítio Web do Actiris.
 

Ligações úteis:

Erasmus+

Actiris

Projet professionel

Contactar um conselheiro EURES

Artigo: "Amandine a fait le pari du stage à l’étranger"

 

Informações adicionais:

Jornadas Europeias do Emprego

Procurar Conselheiros EURES

Condições de vida e de trabalho nos países EURES

Base de ofertas de emprego EURES

Serviços EURES para empregadores

Calendário de Eventos EURES

Próximos Eventos em linha

A EURES no Facebook

A EURES no Twitter

A EURES no LinkedIn

 

Declaração de exoneração de responsabilidade: Nem a EURES nem a Comissão Europeia assumem qualquer tipo de responsabilidade relativamente aos sítios Web de terceiros acima mencionados

26/04/2021

<< Voltar à lista de notícias
 
declaração de exoneração de responsabilidade

Os artigos destinam-se a fornecer aos utilizadores do portal EURES informações sobre tópicos e tendências atuais e a promover a discussão e o debate. O seu conteúdo reflete necessariamente a posição da Autoridade Europeia Do Trabalho (ELA) a da Comissão Europeia. Além disso, nem a EURES nem a ELA assumem qualquer tipo de responsabilidade relativamente aos sítios Web de terceiros acima mencionados