• Eventos

Notícias


<< Voltar à lista de notícias

Medidas que os empregadores podem adotar para combater o desequilíbrio entre homens e mulheres criado pela pandemia de COVID-19

A pandemia de COVID-19 acelerou significativamente a transição para regimes de trabalho flexíveis. Para se adaptarem à «nova normalidade», muitos empregadores estão a introduzir mudanças a longo prazo. É importante, contudo, que também considerem os efeitos dos novos modelos laborais sobre a igualdade entre homens e mulheres.
Picture

De acordo com um relatório recente do Centro Comum de Investigação, as mulheres em teletrabalho têm mais probabilidade do que os homens de cuidar de crianças ou de outros familiares durante o horário de trabalho. Em consequência, as mulheres fazem menos horas de trabalho remunerado ininterrupto do que os homens.

A oferta de soluções de trabalho flexíveis poderá melhorar a conciliação entre a vida profissional e familiar das mulheres, mas poderá também resultar em escritórios com prevalência do sexo masculino. Um local de trabalho com um desequilíbrio significativo entre os dois sexos pode ter um efeito negativo na dinâmica social das equipas. Pode também afetar a distribuição de trabalho e as pessoas que são escutadas. Com efeito, os superiores poderão dar um tratamento mais favorável aos trabalhadores que passam mais tempo no escritório, em detrimento dos teletrabalhadores.

À medida que surgem mais modelos de trabalho mistos, as empresas devem tomar medidas proativas para gerir esta situação. Não deixe de ler as sugestões que preparámos para criar um melhor equilíbrio entre homens e mulheres no trabalho.

 

O trabalho flexível é para todos

Comunique que o trabalho flexível é para todos, independentemente do sexo, da idade ou das responsabilidades de prestação de cuidados de cada um. Uma política clara relativa aos regimes de trabalho flexíveis deverá contribuir para a redução das desigualdades.

 

Os quadros superiores podem servir de exemplo

Persiste a ideia errada, mas comum, de que o trabalho realizado no escritório vale mais do que o teletrabalho. Mostre que mesmo as funções mais importantes podem ser desempenhadas de forma flexível e promova o teletrabalho junto dos seus quadros superiores.

 

Avalie as preferências dos trabalhadores

Muitas empresas fazem um inquérito para ter em conta as preferências e circunstâncias individuais dos trabalhadores. Trata-se de uma boa oportunidade para observar o equilíbrio entre os homens e as mulheres que desejam regressar ao escritório.

 

Dê formação aos gestores

Para muitos chefes, a gestão de equipas com pessoas a trabalharem em locais diferentes continua a ser uma novidade e um desafio. Certifique-se de que os gestores da sua empresa possuem as competências e os instrumentos necessários para gerir equipas com modelos de trabalho mistos.

 

Mantenha os canais de comunicação abertos

É essencial manter uma comunicação coerente com todos os trabalhadores, independentemente da sua localização. Certifique-se de que as pessoas que optaram pelo teletrabalho são tratadas como parte central da equipa e mantidas a par de todos os desenvolvimentos na empresa.

 

Seja flexível

Ainda é difícil prever de que forma a pandemia de COVID-19 nos afetará no futuro, sendo provável que as necessidades dos seus trabalhadores venham a mudar. Acompanhe estas alterações através de inquéritos periódicos e certifique-se de que as políticas internas estão em consonância com os objetivos da empresa em matéria de diversidade e inclusão.

 

Qual é a melhor forma de integrar novos colaboradores internacionais na sua organização à distância? Temos algumas sugestões práticas para o ajudar.

 

Ligações úteis:

How will the COVID-19 crisis affect existing gender divides in Europe? (De que forma a crise da COVID-19 afetará as disparidades existentes entre homens e mulheres na Europa?)

Sugestões para a integração de novos colaboradores internacionais

 

Informações adicionais:

Jornadas Europeias do Emprego

Drop’pin@EURES

Procurar Conselheiros EURES

Condições de vida e de trabalho nos países EURES

Base de ofertas de emprego EURES

Serviços EURES para empregadores

Calendário de Eventos EURES

Próximos Eventos em linha

A EURES no Facebook

A EURES no Twitter

A EURES no LinkedIn

 

Declaração de exoneração de responsabilidade: Nem a EURES nem a Comissão Europeia assumem qualquer responsabilidade relativamente aos sítios Web de terceiros acima mencionados.

24/02/2021

<< Voltar à lista de notícias
 
declaração de exoneração de responsabilidade

Os artigos de "Em foco..." destinam-se a fornecer aos utilizadores do portal EURES informações sobre tópicos e tendências actuais e a promover a discussão e o debate. Não reflectem necessariamente a posição da Comissão Europeia.