• Eventos

Notícias


<< Voltar à lista de notícias

Empresa alemã preenche 400 ofertas de emprego em 5 anos com a EURES

Uma empresa de recrutamento para o setor da construção sediada na Baviera colocou mais de 400 candidatos a emprego em pequenas empresas alemãs desde 2013
Picture

No dia 19 de fevereiro de 2018, uma empresa de recrutamento especializada celebrou um duplo feito: a colocação de 400 trabalhadores espanhóis em postos de trabalho qualificados por toda a Alemanha num período de cinco anos.

A empresa POD (People of Diversity) GmbH colabora com a EURES e com pequenas empresas para encontrar, selecionar e recrutar candidatos a emprego espanhóis para empregos do setor da construção na Alemanha. Quando vemos que a empresa recruta atualmente dezenas de candidatos por mês, custa a acredita que tudo começou com uma simples conversa de dez minutos.

«No outono de 2012, entrei numa agência de emprego em Valência e pedi para falar com o representante da EURES», conta Stephan Behringer, sócio-gerente da POD. «Expus as nossas necessidades e explicaram-me o processo de publicação de ofertas de emprego no portal através do serviço EURES local na Alemanha. Também me puseram em contacto com os gabinetes regionais da EURES em Espanha, que nos ajudam a anunciar as nossas ofertas de emprego em centros de emprego locais por todo o país».

Em fevereiro do ano seguinte, a POD colocou o seu primeiríssimo trabalhador EURES, dando assim início à parceria de longa duração entre a empresa e a rede. Stephan recorda-se bem desse trabalhador:

«Quando Carlos nos contactou, estava desempregado e desejoso de encontrar um emprego fixo. Mudar-se para a Alemanha foi um grande passo para ele, pois nunca tinha estado no estrangeiro, quanto mais trabalhado noutro país. Por essa razão, e como acontece com todos os nossos candidatos, a preparação linguística e cultural foi fundamental. Após concluir essa preparação, Carlos estava pronto para começar a trabalhar como canalizador numa pequena empresa familiar».

A POD deve o seu sucesso ao facto de propiciar aos candidatos a emprego as condições para esta transição. Antes de os candidatos pisarem solo alemão, têm de concluir um curso intensivo de língua e cultura. Na preparação dos candidatos, Stephan realça a necessidade de atenuar os receios naturais associados à mudança para o estrangeiro. Para isso, a equipa de Stephan desenvolveu vídeos informativos abrangentes nos quais beneficiários explicam a sua experiência pessoal de aprendizagem de uma nova língua, familiarização com a legislação alemã, procura de alojamento, etc.

«A nossa abordagem consiste em mostrar aos candidatos como pessoas iguais a eles se adaptaram à vida na Alemanha e tiveram sucesso nas suas carreiras. Assim que veem que pessoas na mesma situação deles conseguiram fazê-lo, percebem que também são capazes. As alterações recentes na EURES são especialmente bem-vindas, pois significam que o financiamento disponibilizado através de alguns programas específicos pode agora ser utilizado para esta formação».

Para além disso, a preparação linguística e cultural dos participantes nunca é genérica. A POD trabalha em estreita colaboração com parceiros do setor da formação de toda a Espanha, como Ellen Braun da academia de línguas ELCLA, situada em Pego, perto de Alicante.

«Oferecemos uma preparação cultural e linguística intensiva de 3 meses a muitos candidatos a emprego da POD», diz Ellen. «Essa preparação tem de ser adaptada às necessidades de cada pessoa. Os colegas da POD informam-me sempre sobre as funções de cada candidato, o seu nível linguístico, etc., e nós centramos o curso nessas necessidades específicas. Além disso, muitos dos candidatos são jovens, por isso gerimos o centro um pouco como se fosse um local de trabalho. Os alunos estão connosco durante três meses e têm de ser pontuais e de fazer muitos trabalhos de casa. Desta forma, adquirem a atitude mental certa para trabalhar na Alemanha».

Como é evidente, os empregadores também assumem um grande compromisso quando recrutam trabalhadores do estrangeiro. A equipa da POD atribui uma importância especial à colaboração com os seus clientes (sobretudo pequenas empresas e empresas familiares) para assegurar que tiram o máximo partido da EURES e que compreendem os seus papéis e responsabilidades.

«Os nossos clientes sabem bem que não lhes estamos a enviar trabalhadores temporários. Advertimo-los de que, em geral, demora cerca de um ano até que uma pessoa atinja o nível necessário, e igual período de tempo até que seja fluentes em alemão. Esta colaboração agrada-lhes porque sabem que é provável que o trabalhador fique ao seu serviço por muitos anos. Para eles, é um investimento a longo prazo».

A POD não tem tido dificuldades em encontrar empregadores dispostos a oferecer empregos de elevada qualidade com formação e apoio a candidatos a emprego EURES. Muitos dos empregadores que procuram a empresa obtiveram recentemente contratos de construção associados a projetos de construção ou de reabilitação de grande envergadura. Isso significa que têm de se expandir num curto espaço de tempo.

«Na Alemanha, há muito poucos jovens que tenham adquirido as competências ou que queiram candidatar-se a empregos ligados à construção nas áreas da canalização, aquecimento, instalação elétrica, climatização, etc. São empregos ótimos e estão a tornar-se cada vez mais qualificados devido à evolução tecnológica. Utilizando a rede que construímos através da EURES, os nossos clientes dispõem agora de uma oferta regular de candidatos qualificados que desejam especializar-se com um empregador ao longo de mais anos».

Este é certamente o caso de Jose Antonio, um canalizador que a equipa da POD aponta como provável 400.ª contratação (é difícil determinar com precisão, já que há várias pessoas a começar a trabalhar em simultâneo).

«Em Espanha há muito desemprego e os salários são baixos», explica Jose Antonio. «Por isso, fiz uma pesquisa na Internet e encontrei um emprego de canalizador na Alemanha através do portal da EURES...Estou nervoso, é caro, mas é uma oportunidade muito boa e permanente e permite-me aprender uma língua nova num país novo».

Tal como o Carlos, e 399 candidatos antes dele, Jose Antonio não falava alemão quando acedeu à EURES e, como qualquer pessoa atualmente no desemprego, agradece o apoio financeiro e prático que recebeu.

O sucesso da POD coloca agora Stephan e os seus colegas perante um dilema: e a seguir? A empresa tem estado a considerar se expande as suas operações de recrutamento para outros países EURES ou se continua centrada apenas em Espanha.

«Pensamos em entrar na Europa Oriental, mas isso exigiria começar do zero em cada país. Em vez disso, pesando os prós e os contras, decidimos reforçar as nossas atividades em Espanha, visto que já temos uma rede muito desenvolvida. Por outras palavras, queremos alargar o nosso alcance regional e diversificar os perfis que recrutamos. Por exemplo, além dos empregos no setor da construção, que continuarão a ser o nosso principal interesse, estamos agora a trabalhar com empregadores para recrutar profissionais de outras áreas, como mecânicos, engenheiros e outros profissionais académicos».

A POD está também a experimentar uma maior variedade de oportunidades oferecidas pela EURES. A empresa já anuncia ofertas de emprego no portal EURES através do serviço local EURES e recruta candidatos com o apoio do programa «O teu primeiro emprego EURES» (YfEJ). No entanto, Stephan tomou recentemente conhecimento do novo programa «Reactivate» e já começou a candidatar-se a essa iniciativa também. O programa Reactivate proporciona oportunidades de carreira EURES nos países participantes a candidatos com mais de 35 anos.

Para já, a empresa está a celebrar o facto de ter ultrapassado 400 colocações EURES em cerca de cinco anos, desde o dia 19 de fevereiro de 2013, em que Carlos picou o ponto pela primeira vez numa pequena empresa de canalização na região do Palatinado.

Stephan Behringer gostaria de agradecer o apoio dos seguintes colegas da EURES Alemanha e da EURES Espanha, que ajudaram a POD a recrutar candidatos: Rita Mager e Marina Weigand, (EURES Alemanha/Agentur für Arbeit Würzburg); Carlos Palomo (Málaga); Diego Moliner e Julia Roca (Valência); Carlos Pastor (Alicante), Isabel Garcia (Castellón); Rosario Sanmartín Alcaraz (Múrcia); Yolanda Delgado Lazaro e Francisca Fuentes (Madrid); Cesar Martin e Araceli Carillo Urena (Sevilha); Jesús Caparrós Martín (Almeria); Arnau Soy Massoni (Girona); José Luis Gredilla Illera (Barcelona); Dionisio Manuel Acebal Minano (Albacete).

 

Ligações úteis:

Sítio Web da POD: www.pod-personalberatung.de

Canal Youtube da POD: www.youtube.com/user/PODpersonalberatung

Academia de línguas ELCLA: www.elcla.es

 

Informações adicionais:

Encontrar um Conselheiro EURES

Condições de vida e de trabalho nos países EURES

Base de dados de ofertas de emprego EURES

Serviços EURES para empregadores

Calendário de eventos EURES

Próximos Eventos em linha

A EURES no Facebook

A EURES no Twitter

A EURES no LinkedIn

  Declaração de exoneração de responsabilidade: Nem a EURES nem a Comissão Europeia assumem qualquer tipo de responsabilidade relativamente aos sítios Web de terceiros acima mencionados.

13/02/2018

<< Voltar à lista de notícias
 
declaração de exoneração de responsabilidade

Os artigos de "Em foco..." destinam-se a fornecer aos utilizadores do portal EURES informações sobre tópicos e tendências actuais e a promover a discussão e o debate. Não reflectem necessariamente a posição da Comissão Europeia.