Notícias sobre o portal

Formação linguística prepara trabalhadores móveis para a vida na Finlândia

Alguma vez pensou em viver e trabalhar no estrangeiro embora com muito medo de arriscar por não conhecer a língua do país? Se o país para onde pretende ir é a Finlândia, os conselheiros EURES podem ajudá-lo a ultrapassar este obstáculo graças aos cursos de línguas que organizam para si!
 
“A aprendizagem da língua nativa é uma das etapas mais importantes no plano de integração. Geralmente, na Finlândia, os candidatos a emprego estrangeiros necessitam falar finlandês por forma a encontrar emprego,” explica Tomi Puranen, Conselheiro EURES em Turku (Finlândia). “Mesmo conseguindo gerir bem o trabalho, a sua integração será facilitada se compreender a língua e se conseguir comunicar com os colegas durante as pausas do café.”
 
“O objetivo do programa consiste em garantir a boa integração do candidato a emprego na sociedade finlandesa, conservando obviamente a sua identidade cultural”, explica Tomi. “Isto significa que a pessoa interessada aprendeu o finlandês e, mais importante ainda, entrará no mercado de trabalho.”
 
Os cursos de línguas criados pelos Conselheiros EURES constituem uma proposta atrativa. “Os cursos que organizamos são gratuitos e o candidato a emprego pode receber assistência em matéria de integração, ou subsídios de desemprego, além de 9 euros por dia para eventuais despesas de transporte,” afirma Tomi.
 
A prática do finlandês ajudará os trabalhadores a tirar o melhor benefício possível da sua formação linguística. “Seja ativo e comece desde já a aprender finlandês,” sugere Tomi. “Pratique a língua não só durante o curso mas também com o seu parceiro, com amigos e nas lojas.”
 
A participação no programa de integração permitirá aos trabalhadores ir além da aquisição de competências linguísticas. “É muitas vezes referida a possibilidade de receberem formação ou de participarem noutros cursos que facilitem a integração na sociedade finlandesa e a procura de emprego,” afirma Tomi.
 
Igualmente importante para os trabalhadores é conhecer a cultura local e ser ativo na procura de emprego ao longo dos três anos do processo de integração. “Descubra a cultura finlandesa, as variantes de comportamento e a cultura de trabalho. A pessoa interessada não deverá ficar à espera das ofertas de emprego do nosso gabinete, mas deverá sim ser ativa e contactar diretamente empregadores, agências de recrutamento privadas, etc,” sugere Tomi. “Pergunto muitas vezes aos candidatos a emprego quais os seus hobbies uma vez que estas atividades de lazer permitem estabelecer bons contactos com finlandeses e potenciais empregadores. O voluntariado e a afiliação em várias associações poderão ajudar a conseguir bons contactos e a demonstrar as suas competências. Fale também com amigos que possam ajudá-lo a encontrar emprego.”
 
Informações adicionais:
 
Encontre um Conselheiro EURES
 
Saiba mais sobre as condições de vida e de trabalho em vários países europeus no Portal da Mobilidade Profissional EURES
 
 
Informe-se sobre o que a EURES oferece aos empregadores

« Atrás