Notícias sobre o portal

Dois caminhos que o podem levar a uma experiência europeia

Há vários programas que podem ajudar os candidatos a emprego que gostariam de ter uma experiência de estudo, de aprendizagem ou de trabalho noutro país europeu. O objectivo de dois deles, o Eurodyssée e o European Mobility, é precisamente a promoção dos estágios, da formação profissional e da aprendizagem na Europa.    
 
O programa Eurodyssée, instituído pela Assembleia das Regiões da Europa, destina‑se aos jovens dos 18 aos 30 anos e oferece aos candidatos a possibilidade de se desenvolverem tanto a nível profissional como a nível pessoal e cultural através de estágios profissionais ou de formação com a duração de três a sete meses no estrangeiro.
 
Como explica Diane Carvalho, do Secretariado Geral do Eurodyssée, o programa cria oportunidades em que todos os envolvidos ficam a ganhar: “Os jovens podem aperfeiçoar os seus conhecimentos e enriquecer‑se como pessoas com novas experiências profissionais e culturais. Ao mesmo tempo, as suas aptidões e ideias beneficiam quer as empresas que oferecem os estágios e as regiões que os acolhem, quer as regiões de que são originários, porque regressam com mais conhecimentos e mais confiança em si próprios”.
 
O intercâmbio só é possível entre regiões que já participam no programa, mas, segundo Diane Carvalho, há várias que estão em processo de adesão.
 
Uma recente história de sucesso é a de uma arqueóloga norueguesa, Marit Johansson, que esteve no arquipélago dos Açores, em Portugal, há cerca de três anos ao abrigo deste programa. Obteve entretanto uma bolsa de estudo de duas universidades (uma norueguesa e a outra sueca) e, presentemente, está a concluir uma tese de doutoramento sobre o centro histórico da cidade açoriana de Angra do Heroísmo, classificado como Património Mundial pela UNESCO.
 
 
Um sítio Web que acaba com as complicações dos contratos
O European Mobility, criado no âmbito do programa Leonardo da Vinci, da Comissão Europeia, ajuda as pessoas, as empresas e as instituições de ensino a elaborarem acordos personalizados para estágios de formação profissional ou de aprendizagem. O processo em linha, que se desenvolve em cinco passos, tem a capacidade de gerar contratos em conformidade com as legislações do país de origem do estudante ou estagiário e do país de destino.
 
Os acordos abrangem, nomeadamente, as condições de trabalho, a orientação pedagógica, o alojamento, a remuneração, a responsabilidade social e profissional, e o acompanhamento. O programa conta actualmente com a participação de 21 países, e o sítio Web já elaborou mais de 2 000 acordos.

 
 
Informações complementares:
 
Consulte o sítio Web do Eurodyssée para obter mais informações
 
Conheça as actuais ofertas de estágio
 
 
Utilize o Customizer para elaborar o seu contrato personalizado

« Atrás