Notícias sobre o portal

Candidatos a emprego neerlandeses encontram trabalho numa fábrica alemã

A recuperação económica da Alemanha está a correr bem. Tão bem, na verdade, que já existe escassez de pessoal em vários domínios. Graças aos esforços combinados de agências e empresas dos Países Baixos e da Alemanha, aproximadamente 200 candidatos a emprego neerlandeses, desempregados de longa data, encontraram trabalho numa fábrica alemã.      
 
Na região nordeste dos Países Baixos, as oportunidades de emprego são escassas, enquanto mesmo do outro lado da fronteira, na Alemanha, a situação é muito mais prometedora. O Conselheiro EURES Tjerk Mulder faz parte de uma equipa de projecto encarregue de encontrar trabalho na Alemanha para candidatos a emprego neerlandeses.
 
A equipa de projecto é constituída pelos UWV Werkpleinen (centros de informação sobre emprego) de Groningen oriental, o Zentrum für Arbeit (Centro para o Trabalho) em Leer, a empresa de reintegração alemã Kreishandwerkerschaft, a agência de emprego temporário ZPN e a Aero – uma fábrica alemã que produz pás para turbinas eólicas.
 
“Todos estes grupos se entendem bem”, afirma Tjerk. “Sabemos exactamente o que pretendemos uns dos outros e como podemos realizar o nosso objectivo comum. O grupo informa os orientadores profissionais dos centros de informação sobre emprego e dos municípios sobre a evolução do projecto e sobre os tipos de perfil que pretendemos, e em seguida eles procuram candidatos adequados”.
 
A empresa alemã Aero conseguiu recrutar 200 operadores de laminagem. “Pretendiam ocupar estas vagas com trabalhadores neerlandeses”, explica Tjerk. “Haverá provavelmente mais 100 ofertas no futuro. O projecto já teve, portanto, um grande impacto na região”.
 
A EURES desempenha um papel central
As pessoas contratadas para estes empregos receberam formação profissional, que consistiu em duas semanas de formação teórica e prática combinada e quatro semanas nos locais de produção da fábrica, em Aurich, na Alemanha. A EURES foi responsável pela coordenação do projecto, bem como pela prestação de aconselhamento aos novos empregados.
 
“Para quem vive nos Países Baixos e trabalha na Alemanha, há uma série de questões práticas a resolver. Os novos trabalhadores da Aero podem sempre vir ter connosco para fazer perguntas ou procurar aconselhamento sobre assuntos como a legislação laboral e a segurança social”, declara Tjerk.
 
 
Leia mais:
 
Encontre um Conselheiro EURES
 
Saiba mais sobre as condições de vida e de trabalho em vários países europeus no portal EURES

« Atrás