Notícias sobre o portal

A EURES ajuda uma assistente social belga a encontrar emprego no Reino Unido

A belga Flore Thewis obteve o diploma de assistente social em 2004. Após ter trabalhado seis anos em diversos sectores do serviço social, queria especializar-se. A sua paixão era trabalhar com crianças, área onde as vagas são escassas na Bélgica e os contratos temporários constituem a norma. Estava também à procura de um novo desafio que lhe permitisse aplicar as competências e experiência já alcançadas.
 
Ao percorrer as vagas de emprego no website do centro de emprego local em Bruxelas, encontrou uma vaga para assistente social no Reino Unido.
“Parecia quase bom demais para ser verdade. Não apenas ofereciam um contrato a longo prazo como se tratava de uma vaga no meu domínio preferido,” afirma Flore.
 
Era mesmo a mudança de que andava à procura e respondeu de imediato à candidatura em linha enviando o seu CV. Decorridos alguns dias, um conselheiro EURES do centro de emprego internacional em Bruxelas, que trabalha em colaboração com o centro de emprego local, informou-a de que a sua candidatura tinha sido enviada a uma agência de recrutamento para assistentes sociais europeus no Reino Unido.
 
“No dia seguinte recebi um e-mail da agência de recrutamento com informações relativas ao lugar e uma solicitação para uma entrevista telefónica. Fui apanhada completamente de surpresa e comecei a pensar que uma mudança para o Reino Unido era capaz de ser muito complicada. Mas a minha candidatura já estava a ser tratada. Por isso pensei que não tinha nada a perder e decidi ir para a frente", explica.
 
Flore recorreu à EURES uma vez mais para obter assistência e aconselhamento sobre as condições de vida e de trabalho no Reino Unido, o que ajudou a atenuar o seu temor. “Estava realmente aliviada por saber que ir trabalhar para o estrangeiro era assim tão fácil…”
 
Após uma segunda ronda de entrevistas, as quais incluíram testes escritos, Flore conseguiu o lugar e mudou-se para o Reino Unido.
 
Leia mais:
 
Encontre o seu Conselheiro EURES
 
Saiba mais sobre as condições de vida e de trabalho em vários países europeus no portal EURES

« Atrás