Notícias sobre o portal


Cygnific e EURES – Uma parceria multinacional feita no céu!

O centro de vendas e serviços Cygnific, uma subsidiária da KLM Royal Dutch Airlines sedeada em Amesterdão, tem recorrido aos serviços do EURES de há mais de dois anos para cá como apoio ao recrutamento. Pelle Lindberg, director de operações, é responsável pelas chamadas da zona dos países nórdicos e gere mais de 120 pessoas no total. “Na Primavera de 2007, pretendíamos recrutar novos membros para a nossa equipa de vendas e serviços – mais do que simplesmente preencher vagas, o nosso objectivo era encontrar os candidatos certos para essas vagas.” Procuravam especificamente candidatos suecos de Helsingborg porque, além do bom domínio da língua inglesa, os habitantes desta zona geralmente também têm um bom nível de dinamarquês. Um dos seus colegas sugeriu contactar um funcionário do serviço público de emprego da Suécia e Pelle Lindberg foi rapidamente direccionado para o EURES. “É extraordinário como uma simples chamada telefónica deu origem a uma frutuosa parceria!”

Em Abril de 2007, Pelle e um dos membros da equipa de recursos humanos da Cygnific deslocaram-se a Helsingborg para recrutar sete candidatos. A delegação do EURES de Helsingborg recebeu a descrição do lugar e colocou um anúncio na sua base de dados de ofertas de emprego online (assim como nos meios de comunicação social locais, no sítio Web da Cygnific e no sítio Web do serviço público de emprego da Suécia), pedindo aos candidatos que participassem numa sessão de “porta aberta” realizada nas instalações do EURES em Helsingborg. “O meu parceiro EURES de Helsingborg, Peter Karancsi, fez um excelente trabalho ao publicitar a nossa visita. Quando chegámos, tínhamos 50 candidatos à espera para a entrevista. Dispúnhamos apenas de 24 horas para reduzir a selecção para sete candidatos, pelo que tivemos de nos transformar depressa em especialistas em “recrutamento rápido”!” Ficaram muito satisfeitos com os candidatos e, uma semana depois, as ofertas de emprego foram formuladas e as sete vagas de emprego foram preenchidas.

Várias ideias foram avançadas sobre a melhor forma de atrair candidatos de elevado potencial. Por exemplo, tendo em conta que poderá não ser fácil encontrar alojamento nos Países Baixos, a Cygnific estabeleceu uma parceria com um hotel local para providenciar alojamento gratuito durante os primeiros três meses de contrato dos novos funcionários (atribuindo um prémio monetário se os funcionários conseguissem encontrar alojamento antes do final deste período de três meses). As pessoas puderam, assim, concentrar-se no seu novo emprego e na sua nova vida num país estrangeiro, evitando estar sujeitas a todas as pressões que este tipo de situação normalmente acarreta.

A equipa do EURES na região de Helsingborg mantém relações estreitas com os meios de comunicação locais e a notícia de que uma grande multinacional pretendia recrutar pessoas na zona suscitou muitos artigos na imprensa local (incluindo uma reportagem de fundo em um dos jornais), o que constituiu uma excelente publicidade para o EURES e a Cygnific. Graças a estes meios, na segunda visita à Suécia foi possível recolher previamente os CV dos candidatos e efectuar entrevistas telefónicas.

“Poder realizar uma pré-selecção dos candidatos foi para nós um verdadeiro bónus. Quando chegámos, o número de candidatos era mais reduzido, mas o seu potencial era muito mais elevado. Tentamos programar as nossas viagens de recrutamento da forma mais adequada, através de uma coordenação com a agenda do EURES; por exemplo, em Malmö participámos no Dia Europeu do Emprego numa quinta-feira e realizámos algumas entrevistas no local, mas alugámos também uma sala na sexta-feira e pedimos a várias pessoas que visitavam a feira de emprego para efectuarem uma entrevista formal no dia seguinte. Este processo foi proveitoso para ambas as partes.”

Pelle e os seus colegas deslocaram-se cinco vezes à Escandinávia até agora, tendo visitado não só Helsingborg, como também Estocolmo e Oslo. Até à data, mais de 20 pessoas foram recrutadas para a Cygnific; mais de metade ainda trabalha na companhia, o que deixa Pelle muito satisfeito: “O investimento feito com estas viagens trouxe-nos um verdadeiro retorno – e os excelentes serviços prestados gratuitamente pelo EURES constituem, sem dúvida, uma mais-valia. Isto deixa o meu patrão muito satisfeito! E agora também há outros departamentos a oferecer alojamento em hotel no âmbito dos seus contratos-padrão, quando recrutam pessoas noutros países da Europa”.

“Fiquei muito bem impressionado com a qualidade do trabalho prestado pelo EURES, que procura sempre certificar-se de que obtemos exactamente aquilo de que precisamos. Trabalham com grande profissionalismo e tratam de todas as questões logísticas. Só precisamos de aparecer para entrevistar os candidatos. Trabalho com a delegação sueca do EURES, onde Christofer Gasslander é actualmente o meu ponto de ligação, mas ainda mantenho contacto com o Peter, que esteve recentemente presente na feira de emprego de Espanha e me telefonou para saber se eu estava a recrutar trabalhadores espanhóis. Encaminhei-o para o departamento encarregue do assunto e todos ficaram muito satisfeitos por voltar a falar com ele!”

« Atrás