chevron-down chevron-left chevron-right chevron-up home circle comment double-caret-left double-caret-right like like2 twitter epale-arrow-up text-bubble cloud stop caret-down caret-up caret-left caret-right file-text

EPALE

Plataforma eletrónica para a educação de adultos na Europa

 
 

Recurso

Formação de adultos: desafios, articulações e oportunidades em tempo de crise

Idioma: PT

Publicado por ANQEP EPALE

As profundas alterações ao nível social e económico, das dinâmicas de trabalho e emprego, da estrutura e funcionamento das organizações têm vindo a reclamar uma atenção crescente às questões da formação de adultos. Esta atenção aparece consubstanciada num conjunto já significativo de documentos europeus de referência na área da educação e da formação, que visam, entre outros aspetos, estimular o prosseguimento, nos diferentes países, de políticas no domínio da aprendizagem ao longo da vida. Neste enquadramento, em Portugal, os responsáveis governativos e educativos têm vindo a investir na concretização de um conjunto de medidas de ação educativa e formativa que passam pelo prolongamento da escolaridade obrigatória, pela adequação e qualidade das ofertas formativas, de nível básico, secundário e superior, pela valorização de conhecimentos, competências e experiências profissionais, entre outros aspetos. Também o setor privado tem vindo a reconhecer cada vez mais a importância do desenvolvimento do seu potencial humano para fazer face às exigências de modernização, produtividade e competitividade que se lhe colocam atualmente, ainda mais num ambiente de elevada retração económica como o que o país atravessa. Neste sentido, as organizações têm vindo a incrementar e a adequar as suas estratégias de formação de recursos humanos, com vista a facilitar o desenvolvimento de diferentes competências, entre as quais as de São exemplos desses documentos: o Programa de acção no domínio da aprendizagem ao longo da vida (2006); a Estratégia de Lisboa para 2010 (2000); o Memorando sobre aprendizagem ao longo da vida (2000); a Declaração de Hamburgo (1998); a Declaração mundial sobre a educação superior no século XXI – Visão e acção (1998); o Livro branco sobre a educação e a formação “Ensinar e aprender – Rumo à sociedade cognitiva” (1995); comunicação, criatividade e inovação, flexibilidade, adaptação e resolução de problemas, nos seus colaboradores. Atendendo, assim, à importância das questões da formação no mundo atual, investigadores e técnicos propuseram-se olhar para esta problemática do ponto de vista das suas áreas de conhecimento e intervenção, produzindo contributos que deram origem à obra Formação de adultos: Desafios, articulações e oportunidades em tempo de crise. O livro encontra-se organizado em quatro partes. A primeira, mais extensa, pela sua natureza enquadradora, intitula-se Formação: que desafios? Nela, reflete-se sobre alguns reptos que a formação enfrenta hoje, convidando o leitor a problematizar o próprio conceito e a discutir objetivos, conteúdos e modalidades de formação de adultos. A segunda parte, Formação, Trabalho e Emprego: que articulações?, analisa a articulação entre o sistema educativo e formativo e o mercado de trabalho, tomando como referência questões de idade e género, e discute políticas para a empregabilidade. Na terceira parte, cujo título é Formação, recursos humanos e empreendedorismo: que oportunidades?, equaciona-se o papel da formação em recursos humanos e empreendedorismo para compreender e lidar de forma mais eficaz com a complexidade atual dos contextos organizacionais e empresariais. Por último, a quarta parte, Formação nas empresas: dois testemunhos que oferecem depoimentos de práticas de formação em empresas nacionais, procurando dar conta das mais-valias provindas desse investimento formativo. Espera-se que a leitura desta obra permita ao leitor expandir e/ou aprofundar as suas reflexões acerca das problemáticas discutidas em cada capítulo, encontrar resposta para algumas das suas inquietações profissionais e estimular uma atitude otimista e empreendedora, capaz de gerar novas ideias e perseguir novas soluções.

Autor(es) do recurso: 
Leal, S.
Caldeira, S.
Data de publicação:
Sábado, 1 de janeiro de, 2011
Língua do documento
Tipo de recurso: 
Outros
País:
Share on Facebook Share on Twitter Epale SoundCloud Share on LinkedIn