Conteúdo da página

Em 2015, a Comissão Europeia adotou um plano de ação para ajudar a acelerar a transição da Europa para uma economia circular, impulsionar a competitividade a nível mundial, promover o crescimento económico sustentável e criar novos postos de trabalho.

O plano de ação estabelece 54 medidas para «fechar» o ciclo de vida dos produtos, do fabrico e consumo à gestão dos resíduos e ao mercado das matérias-primas secundárias, e identifica cinco setores prioritários para acelerar a transição ao longo das respetivas cadeias de valor (plásticos, resíduos alimentares, matérias-primas essenciais, construção e demolição, biomassa e materiais de base biológica). É atribuída uma grande importância ao estabelecimento de fundamentos sólidos sobre os quais possam prosperar os investimentos e a inovação.

Esta transição é apoiada financeiramente pelos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento, o programa Horizonte 2020, oFundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE) e o programa LIFE.

O plano de ação promove igualmente uma estreita cooperação entre os países da UE, as regiões e os municípios, as empresas, os organismos de investigação, os cidadãos e outras partes interessadas na economia circular.

As 54 ações previstas no plano foram realizadas ou estão em fase de execução. Foi publicado um relatório exaustivo sobre a aplicação do plano de ação para a economia circular adotado pela Comissão em dezembro de 2015.

Documentos