Ação climática

A ação climática da UE e o Pacto Ecológico Europeu

A União Europeia luta contra as alterações climáticas adotando políticas ambiciosas a nível interno e mantendo uma estreita cooperação com os seus parceiros internacionais.

A UE já está no bom caminho para cumprir a sua meta de redução das emissões de gases com efeito de estufa para 2020 e adotou as leis e medidas fundamentais para atingir as suas metas em matéria de clima e energia para 2030.

O objetivo da Europa é tornar-se o primeiro continente com impacto neutro no clima até 2050.

Pacto Ecológico Europeu

A ação climática está no centro do Pacto Ecológico Europeu — um ambicioso pacote de medidas que prevê desde a redução das emissões de gases com efeito de estufa ao investimento em investigação e inovação de ponta e à preservação do ambiente natural da Europa.

As primeiras iniciativas de ação climática no âmbito do Pacto Ecológico Europeu incluem:

Com base numa avaliação de impacto aprofundada, na análise dos planos nacionais em matéria de energia e clima e tendo em conta os comentários recebidos das partes interessadas à consulta pública, a Comissão irá propor um novo nível de ambição da UE para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa até 2030.

Até junho de 2021, a Comissão irá também examinar todos os instrumentos políticos pertinentes para obter reduções suplementares das emissões de gases com efeito de estufa e, se necessário, propor a sua revisão.

No início de 2021, a Comissão adotará uma nova estratégia da UE em matéria de adaptação às alterações climáticas, mais ambiciosa, para intensificar os esforços no que se refere à resistência às alterações climáticas, ao reforço da resiliência, à prevenção e à preparação, garantindo que as empresas, as cidades e os cidadãos possam integrar as alterações climáticas nas suas práticas de gestão dos riscos. Uma consulta pública proporcionará informações para a elaboração da nova estratégia.

A nível internacional, em vésperas da conferência das Nações Unidas sobre as alterações climáticas que se realizará em Glasgow (CdP 26), a UE continuará a liderar as negociações internacionais para aumentar o nível de ambição dos principais emissores.

Principal legislação e políticas da UE

Cooperação internacional

A UE está a trabalhar ativamente com outros países e regiões para alcançar os objetivos do Acordo de Paris.

Além disso, promove ações climáticas ambiciosas em fóruns multilaterais e através da sua cooperação bilateral com países não pertencentes à UE.

A UE é também um dos principais fornecedores de financiamento internacional destinado a ajudar os países em desenvolvimento a enfrentar as alterações climáticas.

Adaptar a intervenção em todos os domínios

A luta contra as alterações climáticas e a transição para uma sociedade com impacto neutro no clima exigem investimentos significativos, investigação e inovação, novas formas de produção e de consumo, bem como alterações na forma como trabalhamos, utilizamos os transportes e vivemos em conjunto.

A abordagem da UE passa por adaptar a sua intervenção em domínios fundamentais, por exemplo: