Perguntas mais frequentes

Como posso obter ajuda do Painel de Consulta de Empresas Europeias (EBTP)?

A sua participação nas consultas EBTP contribuirá para melhorar o nível geral da qualidade da legislação e para criar um enquadramento mais favorável às empresas.

Para elaborar novas políticas e legislação, a Comissão precisa de identificar as questões que são importantes para as empresas.

A sua participação nas consultas EBTP ajudarão a Comissão a ter uma ideia mais clara sobre a forma como a legislação afectará as empresas.

No decurso da aplicação de uma política, seria também muito útil que nos desse informações sobre os seus efeitos práticos, incluindo quaisquer efeitos indirectos imprevistos.

Qualquer empresa pode ser membro do EBTP?

Sim, desde que esteja estabelecida na União Europeia (bem como na Noruega ou na Islândia).

Como posso tornar-me membro do EBTP?

Para se inscrever, basta contactar o seu coordenador national e fornecer à Comissão algumas informações gerais sobre a sua empresa, preenchendo um formulário de inscrição.

Essas informações serão tratadas com a máxima confidencialidade.

O que acontece depois da inscrição da empresa como membro do EBTP?

Os dados de contacto fornecidos serão armazenados na base de dados EBTP e verificados pelo coordenador nacional, que poderá colocar-lhe mais algumas questões.

Depois de o seu estatuto de membro ter sido aprovado, será notificado por correio electrónico e convidado a participar na consulta EBTP seguinte. Na mensagem enviada, ser-lhe-ão comunicados o seu nome de utilizador e a sua senha.

Quantas consultas são organizadas por ano?

Cerca de 6 a 8 consultas por ano, sobre uma série de temas relacionados com a actividade habitual das empresas.

Quanto tempo é necessário para responder ao questionário?

Cerca de 15 minutos: cada consulta consiste apenas num breve questionário em linha.

Qual é o prazo de resposta?

Geralmente, 4 semanas.

Como posso actualizar os dados sobre a minha empresa?

Comunique os novos dados ao seu coordenador nacional EBTP, que procederá à respectiva actualização.

As organizações representativas da indústria e das empresas também podem inscrever-se no EBTP?

Não, no EBTP só podem inscrever-se empresas. Seria útil, no entanto, que as organizações empresariais e sindicais informassem as empresas que representam sobre o EBTP, para que as mesmas possam inscrever-se.

Existe um prazo de participação no EBTP?

Pode ser membro do EBTP o tempo que desejar. Para deixar de pertencer ao Painel, basta enviar uma mensagem por correio electrónico ao seu coordenador nacional solicitando a retirada da sua empresa do painel.

Que tipo de dados devo fornecer aquando da inscrição da empresa?

Os principais dados a fornecer são os seguintes:

  • principal ramo de actividade da empresa (sector económico);
  • número de trabalhadores;
  • se a empresa importa ou exporta produtos/serviços transfronteiras dentro ou fora da EU;
  • dados da pessoa de contacto na empresa a quem devem ser enviados os pedidos de consulta.

Estas informações são utilizadas para determinar a representatividade estatística do painel e para proceder a uma análise mais detalhada dos resultados. Para actualizar os dados fornecidos, contacte o seu coordenador nacional.

Que informações me serão comunicadas após a participação numa consulta?

  • estatísticas (uma síntese de todas as respostas) publicadas no sítio Web do EBTP no prazo de uma semana após o encerramento da consulta;
  • um relatório de síntese, três a quatro semanas mais tarde, com os principais resultados e mais informações sobre as respectivas repercussões nas políticas sectoriais e no acompanhamento dessas políticas;
  • um boletim informativo semestral com o panorama das consultas mais recentes e mais informações sobre a forma como os resultados do EBTP influenciaram as novas políticas;
  • informações fornecidas a título informal pelo seu coordenador nacional, eventualmente contactado para o efeito.

Como posso verificar se a minha contribuição teve alguma influência na elaboração das políticas da UE?

A Comissão faz o possível por explicar o seguimento dado às consultas EBTP e em que medida os respectivos resultados têm um papel no processo de decisão. Por exemplo, sempre que os resultados das consultas EBTP sejam utilizados para elaborar e definir futuras propostas políticas, esse facto será claramente mencionado.

A Comissão explicará igualmente em que medida os resultados das consultas EBTP foram tomados em consideração na avaliação e comparação das diversas políticas alternativas.

Que tipo de questões são geralmente colocadas nas consultas às empresas?

As consultas abrangem apenas questões directamente relacionadas com a actividade das empresas (um leque alargado de questões). Cada consulta (cerca de 6 a 8 por ano) incide sobre um tema diferente.

Até à data, foram abordados os seguintes temas: questões financeiras (por exemplo, disponibilidade de crédito bancário para as empresas, atrasos de pagamento, pagamentos na zona euro, etc.), quadro regulamentar (por exemplo, em matéria de contabilidade e de auditoria, carga administrativa para as empresas, etc.), emprego e legislação laboral (por exemplo, conciliação entre vida profissional e vida privada, diversidade e discriminação no local de trabalho, etc.), fiscalidade, legislação em matéria de ambiente, protecção dos consumidores, etc.

Terei de participar em todas as consultas?

Não, de modo algum. Pode participar apenas nas consultas que lhe interessam.

Última atualização:31/10/2010 | Topo