Ir para o caminho de navegação, saltando as ferramentas do sítio e o selector de línguas

Notícias rss

Agenda Social – Emprego dos jovens

12/02/2014 Agenda Social – Emprego dos jovens

última edição da Agenda Social destaca a necessidade de uma abordagem nova da política de emprego, social e de inclusão, com vista à promoção do emprego dos jovens: uma combinação de medidas urgentes e fortemente direcionadas de apoio direto aos jovens, e de reformas estruturais de mais longo prazo.

A  Garantia para a Juventude, que os Chefes de Estado e de governo acordaram pôr em prática em toda a UE, resume esta nova abordagem. A presente edição explica:

  • o que é a Garantia Europeia da Juventude;
  • de que modo o novo Fundo Social Europeu 2014-2020  disponibiliza um quadro de gestão da Garantia para a Juventude e da  Iniciativa para o Emprego dos Jovens;
  • de que modo irá a reforma da Rede europeia de agências e serviços de emprego (EURES) ajudar os jovens e os empregadores a alargarem à União Europeia no seu conjunto a sua procura de emprego ou de funcionários com competências adequadas.

Estatísticas constantes da Agenda Social 36

  • O novo  quadro financeiro plurianual (QFP) exige que os Estados-Membros dediquem no mínimo 23,1% da participação de fundos de coesão da UE ao  Fundo Social Europeu.
  • De 2014 a 2020, serão investidos mais de 80 mil milhões de euros na melhoria das competências da população da Europa e no aumento do emprego, ao abrigo do Fundo Social Europeu, a serem complementados por financiamento nacional.
  • taxa de desemprego entre os jovens é superior ao dobro do índice de desemprego registado para os adultos (23,6% comparativamente a 9,5%, em novembro de 2013).
  • 7,5 milhões de pessoas na faixa etária dos 15 aos 24 anos não estão empregadas nem a estudar ou a frequentar qualquer formação (NEET). Em 2012, 13,1% dos jovens eram considerados NEET  (número provisório), mais 2,2 pontos percentuais do que há quatro anos, o que representa um aumento de mais de 20%.
  • O desemprego jovem de longa duração está a aumentar: em 2012, mais de 32% dos desempregados com menos de 25 encontravam-se em situação de desemprego há mais de 12 meses.
  • Desde 2010, o elevado índice de desemprego tem coexistido com dificuldades acrescidas no preenchimento de vagas.
  • Durante o primeiro trimestre de 2013, os projetos financiados pelo programa O teu primeiro emprego EURES  preencheram 416 vagas de emprego, deram apoio à realização de 262 entrevistas de emprego num outro país da UE, atribuíram 384 subsídios de mudança de residência para ajudar os jovens à procura de emprego a estabelecer-se noutro país, apoiaram 442 formações preparatórias e também 95 PME em formações de integração.

…mais notícias

    Partilhar

  • Partilhar no Twitter Partilhar no Facebook Partilhar no Google+