Ir para o caminho de navegação, saltando as ferramentas do sítio e o selector de línguas

Assistência médica no estrangeiro - Suécia

Nota: Os residentes dos outros países nórdicos (Dinamarca, Finlândia, Islândia e Noruega) necessitam apenas de apresentar um documento de identificação válido para ter acesso a cuidados de saúde no sistema público sueco.

Emergências

  • Ligue para o 112
  • Serviço nacional de aconselhamento:
    • 1177
    • www.1177.se (informação disponível em várias línguas)
    • 24 horas por dia, 365 dias por ano
    • pessoal formado para dar conselhos, determinar a necessidade de cuidados de saúde específicos e/ou recomendar outro tipo de assistência
    • também em inglês
Cobertura e despesas médicas

Médicos

Pode ser tratado em qualquer centro de saúde público.

  • Consulte um médico com acordo com o sistema público de saúde.
  • Apresente o cartão europeu de seguro de doença e um documento de identificação nacional/passaporte válido.
  • Graças ao cartão, pagará a mesma taxa reduzida que um cidadão sueco pelos cuidados médicos necessários. O montante desta taxa pode variar e não é reembolsável.
  • Na maioria das regiões, os menores de 20 anos são tratados gratuitamente.
  • Sem o cartão europeu de seguro de doença, terá de pagar os custos dos cuidados recebidos na totalidade.

Regra geral, os cuidados de saúde prestados no âmbito do sistema de saúde privado não são cobertos pelo cartão europeu de seguro de doença, mas alguns médicos particulares têm acordo com o sistema público de saúde e aceitam o cartão. Antes de consultar um médico ou um hospital, assegure-se de que aceitam o cartão para evitar despesas inesperadas.

Dentistas

A maioria dos dentistas presta cuidados ao abrigo do sistema público de saúde.

Hospitais

  • Regra geral, o internamento hospitalar é gratuito, com exceção de uma taxa fixa diária, não reembolsável.
  • As consultas externas são submetidas a uma taxa variável, que não é reembolsável.
  • Os cuidados de saúde especializados não são cobertos

Medicamentos

  • Graças ao cartão europeu de seguro de doença, pagará apenas uma parte do preço do medicamento.
  • O montante a pagar é variável.

Ambulância

  • O transporte em ambulância é gratuito na maioria das regiões.

Ambulância aérea

  • O transporte em ambulância aérea é gratuito na maioria das regiões.
Reembolsos
  • Não existe um sistema de reembolsos das despesas de saúde na Suécia.
  • Graças ao cartão europeu de seguro de doença, apenas terá de pagar a taxa habitual a cargo dos utentes, que não é reembolsável.
  • Se tiver de pagar por cuidados médicos recebidos, solicite o reembolso dessas despesas junto do seu sistema nacional de saúde quando regressar a casa.
null
  • Consultas de clínica geral: o utente paga entre 150 a 300 SEK Consultas de especialidade: o utente paga entre 200 a 350 SEK. Estes montantes só se aplicam aos cuidados de saúde primários não hospitalares.
  • Existe um limite máximo para os montantes a cargo do utente de 2200 SEK por ano.
  • O limite máximo para os cuidados hospitalares é de 100 SEK por dia.
  • Na maioria das regiões e municípios da Suécia, os tratamentos para menores de 20 anos são gratuitos.
  • Os cuidados maternos são sempre gratuitos.
  • Em algumas regiões do país é necessário pagar uma pequena taxa pelo transporte em ambulância ou helicóptero.
  • Não há informações sobre a comparticipação dos cuidados de saúde privados.
Diálise/oxigénio/quimioterapiaA diálise, a oxigenoterapia e a quimioterapia só podem ser feitas por indicação médica.Extravio ou roubo do cartão

Contactos para titulares de um cartão europeu de seguro de doença emitido na Suécia

Försäkringskassan (organismo de segurança social sueco) – departamento internacional

+46 771 524 524 (serviço de apoio aos utentes)


    Partilhar

  • Partilhar no Twitter Partilhar no Facebook Partilhar no Google+