Percurso de navegação

Mecanismo da UE ajuda escola de aviação maltesa a ganhar altitude

Outubro de 2013

A bordo do novo bimotor © Malta School of Flying

Um empréstimo concedido com o apoio da UE permitiu à Escola de Aviação de Malta crescer e ganhar altitude. Graças a este apoio financeiro, a pequena empresa emprega agora 20 pessoas e aumentou o volume de negócios em 35 %.

O empréstimo que possibilitou tudo isto foi concedido através de um instrumento da UE designado JEREMIE (Recursos Europeus Comuns para as PME e as Microempresas) que permite aos países da UE disporem de parte do seu Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional para facilitar o acesso por parte de pequenas empresas a uma série de mecanismos financeiros à medida das suas necessidades.

«A nossa taxa de juro foi reduzida para 1% e as garantias colaterais exigidas foram apenas de 32,5 %, o que é um terço dos empréstimos tradicionais” explica Patrick Fenech, CEO da escola de pilotagem à qual foi concedido um empréstimo de 395 mil euros.

O empréstimo foi usado para investir num bimotor e para a melhoria da frota e das instalações da escola.

O êxito desta expansão incentivou o Sr. Fenech a ir ainda mais longe, e este planeia agora investir num segundo bimotor daqui a dois anos.

Quando os empréstimos JEREMIE são amortizados, o dinheiro regressa ao fundo, permitindo assim que outras empresas beneficiem deste instrumento.

Os 10 milhões de euros investidos em Malta ao abrigo desta iniciativa permitiram já alavancar mais 42 milhões para investimento em PME desse país.

Todas as histórias de sucesso

Topo
Mas o que é uma PME?

Notícias

    Todas as notíciasRSS

    Principais programas para empreendedores

    • Internacionalize a sua empresa com a Enterprise Europe Network
    • Aconselhe um futuro empresário com o Erasmus for Young Entrepreneurs

    Este sítio Web é gerido pela DG Empresas e Indústria
    e financiado ao abrigo do Programa-Quadro para a Competitividade e a Inovação (PCI).

    Última atualização:24/01/2014 | Topo