Centro de dados de nova geração – trazer a inovação, a investigação e o desenvolvimento técnico para o centro de Portugal

O projeto tem um efeito em cadeia substancial em toda a região, demonstrando de que modo as novas tecnologias significam novas oportunidades de desenvolvimento, crescimento e emprego.

Outras ferramentas

 

O projeto do centro de dados de nova geração envolve a conceção e a construção de um centro de apoio operacional e do seu primeiro módulo técnico, como parte de um inovador centro de dados abrangente na Covilhã, Portugal. Centrado nos serviços transacionáveis, no desempenho das exportações e na criação de emprego, o centro de dados está bem posicionado para servir como referência internacional tanto em termos de tecnologia como de eficiência energética. Reforça a posição de Portugal como líder em serviços de computação em nuvem e alojamento físico e virtual. 

O centro de apoio operacional tem capacidade para alojar a instalação de 10 000 servidores, todos ligados à rede de fibra ótica de alta velocidade de Portugal, e é utilizado para o armazenamento e processamento de serviços de dados em grande escala. O centro funciona em conformidade com o nível mais elevado de padrões de eficiência e poupança energética. 

Definir o padrão

O projeto arrancou com um intenso trabalho e estudos preparatórios sobre os requisitos arquitetónicos e de engenharia necessários para assegurar o funcionamento da tecnologia de ponta do centro e a necessidade de alojar dados sensíveis. Por exemplo, o design teve em consideração a inclusão de grelhas de refrigeração, sistemas de videovigilância, controlo de acesso especializado, a instalação de uma componente elétrica de alta tensão e a utilização de painéis fotovoltaicos. Para além da edificação do próprio centro, a construção incluiu trabalhos de desaterro, paisagismo e a instalação de um sistema subterrâneo de esgotos e águas. 

Com 19 500 metros quadrados, o centro de dados de nova geração é o maior em Portugal e um dos maiores da Europa. É também um dos mais avançados do seu tipo e está equipado para oferecer o melhor em termos de poder de processamento e disponibilidade e fiabilidade de rede. O seu design pensado para o futuro garante que é capaz de satisfazer as necessidades de conectividade, de gestão e de alojamento físico dos clientes, tanto hoje como no futuro. Acima de tudo, o centro é apoiado por um leque dos mais modernos equipamentos em termos de responsabilidade ambiental e eficiência energética.

Efeito em cadeia

O projeto provoca um efeito em cadeia substancial nas regiões do Norte, do Centro e do Alentejo de Portugal, demonstrando claramente como as novas tecnologias significam novas oportunidades para o desenvolvimento em zonas tradicionalmente menos favorecidas. O centro de dados é diretamente responsável pela criação de 86 novos postos de trabalho e outros 500 postos de trabalho indiretos. Como primeira fase de um plano geral de desenvolvimento em quatro etapas para a região, o centro de dados serve como um elemento central para o plano de desenvolvimento urbano do município da Covilhã. 

O centro localiza-se próximo da Universidade da Beira Interior, que fornece competências e investigação na área das tecnologias de informação. Da mesma forma, os estudantes universitários beneficiam de várias oportunidades para obter experiência prática no centro de dados. O projeto serve também como centro de inovação, apoiando empresas e empresários locais ao abrir novos mercados internacionais e aumentando a competitividade de Portugal.

Investimento total e financiamento europeu 

O investimento total para o projeto «Centro de Dados de Nova Geração» é de 86 557 421 EUR, com uma contribuição de 15 712 858 EUR do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional através do Programa Operacional «Fatores de Competitividade» para o período de programação 2007-2013. O investimento enquadra-se na prioridade «Inovação e renovação do modelo empresarial e do padrão de especialização».

Data do projecto

22/04/2016