Importante modernização do gigante dos químicos

Um enorme complexo industrial de produção de químicos situado no noroeste de Portugal deverá tornar-se ainda maior. Graças a um projecto financiado pela UE, a CUF-Químicos Industriais, SA irá desenvolver-se significativamente e passará a estar mais bem posicionada para proteger os empregos existentes e criar novos postos de trabalho na sua principal instalação fabril.

Outras ferramentas

 

O projecto tem como principal objectivo modernizar e expandir a capacidade de produção da empresa no domínio dos químicos orgânicos e inorgânicos. As verbas canalizadas para este projecto do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional servirão para co-financiar a aquisição de novo equipamento e outras tecnologias chave.

Aumento da produção

A CUF Químicos Industriais, SA é membro do grupo industrial português CUF Serviços, SA, com uma história que remonta há mais de três décadas. Hoje, a empresa fabrica químicos orgânicos e inorgânicos nas suas instalações no interior do complexo químico de Estarreja, utilizados em sectores tão variados como a química, alimentação, têxteis, tratamento de água e papel. Estes químicos são fabricados de matérias-primas tal como benzeno, amoníaco, e cloreto de sódio.

A empresa de processo químico estreitou as suas relações com outras congéneres situadas no mesmo complexo e do mesmo sector. A empresa emprega actualmente 260 trabalhadores nas suas instalações principais e em 2005 teve um volume de negócios de €150 000 000.

O projecto tem como principal objectivo modernizar e expandir a capacidade de produção da CUF em Estarreja. Serão adquiridos e instalados no local novo equipamento fabril e novas soluções tecnológicas e infra-estrutura.

Ajuda à exportação e criação de empregos

Graças ao projecto, a capacidade de produção da CUF aumentará das actuais 190 mil toneladas/ano para 312 mil toneladas/ano. Grande parte da produção da empresa já é hoje exportada ou inserida em produtos para exportação. Depois da conclusão do projecto, as exportações da CUF poderão vir a representar até 40% das vendas anuais.

O novo investimento deverá ainda criar cerca de 40 postos de trabalho indirectos, ao mesmo tempo que ajudará a manter 150 empregos directos na empresa. O projecto criará um valor económico actual líquido de €133 000 000, de acordo com uma análise custo-benefício.

Mas haverá também benefícios ambientais, já que o projecto irá permitir a redução da emissão de poluentes da empresa. Cerca de 45% do custo de investimento total do projecto será canalizado para investimentos no domínio ambiental.


Data do projecto

10/05/2010