Novo terminal de cruzeiros de Leixões abre novas possibilidades para o turismo de cruzeiros no Porto

O novo terminal de cruzeiros do Porto de Leixões transforma o Porto num local obrigatório de passagem em viagens turísticas de cruzeiro no norte de Portugal. 

Outras ferramentas

 

O Porto de Leixões, parte da Rede Transeuropeia de Transportes de Base, serve como principal porta de entrada marítima no Porto – um destino turístico popular – e também na região norte do país. No entanto, as instalações para cruzeiros no porto, tanto para os navios como para os passageiros, eram muito pequenas para acomodar a dimensão média dos navios geralmente utilizados no mercado de cruzeiros. 

O projeto do «novo Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões» está a posicionar a região como um porto de escala para navios de cruzeiro internacionais e transatlânticos de luxo, estimulando assim a indústria turística local. Ao investir num terminal de cruzeiros completamente novo, e em todas as respetivas instalações, o Porto de Leixões serve agora como um centro para a diversificada economia marítima do Porto.

Instalações modernas para navios e passageiros

O terminal de cruzeiros recentemente construído foi desenvolvido através de dois projetos principais: as obras marítimas e o edifício do terminal de cruzeiros. As obras marítimas incluíram uma bacia de rotação e manobras, um aterro para o edifício da estação marítima, um cais com amarras capaz de acomodar navios de cruzeiro até 300 metros de comprimento e um porto de recreio náutico com 170 ancoradouros, complementado com instalações e equipamentos de apoio. 

O terminal de cruzeiros oferece tanto aos passageiros como à tripulação um edifício inovador e multifuncional que, para além das funcionalidades de terminal de passageiros, vai também alojar o Parque de Ciência e Tecnologias do Mar da Universidade do Porto.

Espera-se que o projeto crie 210 novos postos de trabalho durante a fase operacional do novo terminal. 

Um destino por si só

Apesar de estas funções e instalações serem, por direito próprio, impressionantes, o que faz com que este projeto realmente se destaque é o design arquitetónico do terminal. O terminal de cruzeiros ultramoderno em branco brilhante, desenhado pelo arquiteto Luís Pedro Silva, forma um arco de 800 metros a partir da linha da costa como um longo braço que protege os seus navios e iates, abraçando uma ilha de instalações modernas e elegantes. 

O terminal de passageiros foi construído para lembrar o casco de um navio e é considerado por muitos como um importante marco arquitetónico. De facto, o resultado final deste projeto é muito mais do que um porto modernizado ou o estímulo que faltava a indústria turística de cruzeiro da região. Representa, na verdade, a adição de um novo ícone moderno à histórica paisagem marítima do Porto. 

Desde a abertura do novo cais. o número de navios de cruzeiro e passageiros em Leixões aumentou de forma significativa e alguns dos navios de cruzeiro mais luxuosos do mundo já passaram pelo novo terminal de cruzeiros.

Investimento total e financiamento europeu

O investimento total para o projeto «novo Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões» é de 45 541 041 EUR, com uma contribuição de 25 495 826 EUR do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional através do Programa Operacional Regional do Norte para o período de programação 2007-2013. 

Data do projecto

22/04/2016