Saúde

Transformar a Europa num local mais saudável e seguro, onde os cidadãos e os consumidores possam ter confiança na resposta às suas necessidades e na proteção dos seus interesses, é um importante objetivo para a UE. Além de ser um valor só por si, a saúde é, igualmente, uma condição prévia para a prosperidade económica. Um investimento controlado na saúde pode promover o crescimento. Mas a saúde é amplamente determinada por fatores fora do campo da saúde – incluindo a educação, o ambiente e a inclusão social – pelo que há uma série de domínios políticos a ter em consideração para a realização de uma eficiente política de saúde europeia.

Outras ferramentas

  •  
  • Reduzir texto  
  • Ampliar texto  

Uma vez que a política de coesão da UE visa reduzir as disparidades económicas e sociais na Europa, e a saúde é cada vez mais reconhecida como um ativo essencial para o desenvolvimento e para a competitividade regional, é atribuído financiamento a este setor. O investimento pode abranger uma série de áreas diferentes, como o envelhecimento da população na Europa, infraestruturas e sistemas sustentáveis de cuidados de saúde, saúde eletrónica, cobertura sanitária e programas de promoção da saúde. A UE reconhece o papel essencial das regiões na prestação de cuidados de saúde aos cidadãos e procura uma cooperação precoce com estas para o intercâmbio de melhores práticas e a definição de iniciativas.