Navigation path

Additional tools

De A a Z

Focalização nos objectivos de Lisboa

No período de programação 2007-2013, os programas da política de coesão da União Europeia concentraram-se em certas prioridades definidas na estratégia de Lisboa para o crescimento e o emprego. Torna-se assim necessário afectar verbas a investimentos que contribuam directamente para o reforço da competitividade e a criação de emprego nas áreas da investigação, inovação, reforço das competências, serviços às empresa, grandes infra-estruturas europeias e rendimento energético.

A Comissão Europeia e os Estados-Membros devem assegurar que 60% das despesas de todos os Estados-Membros efectuadas a título do objectivo da convergência e 75% das despesas efectuadas a título do objectivo da competitividade regional e do emprego sejam consagradas a estas prioridades.

Nem todos os Estados-Membros têm a obrigação jurídica de contemplar as prioridades da estratégia de Lisboa nos programas adoptados no âmbito da política de coesão. Os Estados-Membros que aderiram à UE em Maio de 2004 e Janeiro de 2007 podem ou não fazê-lo. Contudo, todos os países seguiram a mesma abordagem numa base voluntária. Os Estados-Membros devem apresentar anualmente um relatório sobre a aplicação dos programas no âmbito da política de coesão em favor do crescimento do emprego da competitividade.

Mais informações

Realizar a estratégia de Lisboa para o crescimento e o emprego através da política de coesão da UE English Deutsch español français italiano

Política regional da UE: Mantenha-se informado