Political prioritiesVice-President

Ações

Mobilizar o financiamento

Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE)

O FEIE, que é o motor do Plano de Investimento para a Europa, visa colmatar as atuais deficiências do mercado, preenchendo as lacunas detetadas e mobilizando o investimento privado. O FEIE apoiará investimentos estratégicos em domínios fundamentais, como as infraestruturas, a educação, a investigação e a inovação, bem como o financiamento de risco para as pequenas empresas.

Proposta de regulamento que institui o Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE)

Join InvestEU

Este regulamento estabelece o quadro jurídico e prevê as dotações orçamentais correspondentes às duas primeiras vertentes do Plano de Investimento: a mobilização de fundos e o financiamento do investimento.

Apoiar o investimento na economia real

Novas oportunidades disponíveis para:

  • Investidores institucionais na UE e no estrangeiro - acesso a projetos viáveis em vários setores e países ou através de plataformas de investimento temáticas ou geográficas
  • Promotores de projetos - acesso facilitado a financiamento de risco tendo em vista financiar infraestruturas e projetos de inovação de importância europeia em setores fundamentais
  • PME - melhor o acesso ao financiamento para empresas inovadoras com menos de 3000 trabalhadores

Para tirar o máximo partido das oportunidades do FEIE, os potenciais beneficiários podem recorrer:

Criar um ambiente favorável ao investimento

Para melhorar o enquadramento empresarial e as condições de financiamento, o Plano de Investimento prevê progressos no sentido da realização do Mercado Único Digital, da União da Energia e da União dos Mercados de Capitais.

Para apoiar os Estados-Membros, a Comissão fez um inventário dos principais desafios em matéria de investimento a nível nacional.

Contexto

A UE regista um baixo nível de investimento desde o início da crise económica e financeira mundial. São necessários esforços coletivos e coordenados a nível europeu para inverter esta tendência negativa e colocar a Europa na senda da recuperação económica.

Os recursos existentes são suficientes, mas precisam de ser mobilizados em toda a UE para apoiar o investimento. Porém, não existe uma resposta única e simples nem uma solução universal.

Objetivos

Inverter as tendências de queda do investimento para estimular a criação de emprego e a recuperação económica, sem aumentar a dívida pública ou sobrecarregar os orçamentos nacionais

Apoiar o investimento que satisfaça as necessidades a longo prazo da economia e aumente a competitividade

Apoiar o investimento que contribua para reforçar a capacidade produtiva e as infraestruturas da Europa, com uma ênfase especial numa maior interligação do mercado único

Próximas etapas

2016
  • Avaliação dos progressos alcançados, nomeadamente a nível de Chefes de Estado e de Governo
  • Análise eventual de outras opções antes da revisão intercalar do quadro financeiro plurianual