Percurso de navegação

Cada vez mais países apoiam o sistema de chamada de emergência eCall para veículos automóveis - 04/05/2010

A ideia de equipar os automóveis com um sistema SOS automático ganha terreno na Europa.

Mais sete governos europeus decidiram apoiar a campanha da UE para equipar os novos veículos automóveis com um dispositivo que alerta automaticamente os serviços de socorro em caso de acidente.

A Bélgica, a Bulgária, a Dinamarca, o Luxemburgo, Malta, a Polónia e a Roménia são os últimos países a assinar um acordo não vinculativo com a Comissão tendo em vista a divulgação do sistema de chamada de emergência eCall English , a instalar nos veículos automóveis.

O número dos países europeus empenhados no lançamento do sistema eleva-se, assim, a 25, entre os quais figuram também a Islândia, a Noruega e a Suíça, que não fazem parte da União Europeia. Os fabricantes de automóveis europeus e os operadores de telemóveis também já se mostraram favoráveis ao sistema, uma outra condição para a sua introdução em larga escala.

Apesar do crescente apoio, o sistema eCall, cinco anos depois do início da campanha, ainda não está operacional em nenhum país da UE. A Comissão procurou que as entidades nacionais competentes tornassem efectiva a instalação do sistema eCall muito mais cedo, mas alguns países têm manifestado algumas reservas quanto aos custos (cerca de 100 euros por automóvel). Por outro lado, outros países estão atrasados no que respeita à modernização dos seus centros de emergência e à formação do pessoal de atendimento das chamadas.

Quando há um choque importante, o sistema eCall detecta-o e liga automaticamente para o 112, o número de emergência europeu, comunicando o local do acidente ao serviço de urgência mais próximo. A chamada também pode ser desencadeada premindo um botão.

Em ambos os casos, além da comunicação automática de dados também há uma chamada vocal entre o veículo e o serviço de urgência. Desta forma, os condutores e passageiros que estão conscientes podem dar mais informações sobre o acidente.

Calcula-se que, se for adoptado à escala europeia, o sistema eCall poderá salvar cerca de 2500 vidas por ano em toda a Europa e permitirá reduzir em pelo menos 15% as lesões graves. Em 2008, que é o último ano para o qual existem dados disponíveis, morreram nas estradas europeias cerca de 39 000 pessoas.

Esta medida só se aplica a carros novos. A UE não exige a instalação do sistema em veículos antigos.

Nos últimos três anos, a UE afectou 160 milhões de euros à investigação no domínio das tecnologias de informação, a fim de reforçar a segurança e os serviços no domínio dos transportes.

Mais sobre o sistema eCall English

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis