Percurso de navegação

Uma estratégia para a região do Danúbio - 09/12/2010

Ponte Maria Valeria sobre o rio Danúbio © UE

Novos planos para desenvolver o potencial económico, melhorar o ambiente e aumentar segurança.

Com uma população de 100 milhões de habitantes e repartida por 14 países, incluindo oito membros da UE, a bacia do Danúbio abrange algumas das regiões mais pobres da Europa e, simultaneamente, algumas das mais ricas.

A estratégia para a região do Danúbio English promove a cooperação a longo prazo para resolver uma grande variedade de problemas locais, estimular o desenvolvimento económico, melhorar as ligações energéticas e de transportes, proteger o ambiente e reforçar a segurança.

  • Desenvolvimento económico: mais investimento na educação e na investigação para eliminar as disparidades em termos de desenvolvimento económico e de qualidade de vida.
  • Transportes: um dos objectivos é aumentar em 20% o transporte de mercadorias no Danúbio até 2020. As mercadorias transportadas pela vetusta frota que actualmente navega no Danúbio representam apenas entre 10 a 20% do volume de carga transportada no Reno. Será igualmente objecto de atenção o desenvolvimento das redes rodoviária e ferroviária da região.
  • Energia: a interconexão dos mercados da energia da região ajudará a evitar a repetição dos cortes de electricidade e a escassez de combustíveis dos últimos invernos. O aumento da concorrência que daí resultará deverá, além disso, reduzir os custos para os consumidores.
  • Ambiente: novas estações de tratamento de águas residuais melhorarão a qualidade da água e reduzirão a poluição dos rios por águas residuais não tratadas e por fertilizantes. A estratégia inclui projectos para promover as tecnologias ecológicas e proteger a biodiversidade.
  • Segurança: os projectos incluem o aumento da capacidade da região para lutar contra o crime organizado e a remoção das minas terrestres colocadas durante os recentes conflitos regionais.

Embora não esteja previsto nenhum financiamento adicional, a Comissão quer utilizar de forma mais eficaz os fundos existentes, como os 100 000 milhões de euros do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. Os governos da UE deverão aprovar a estratégia no primeiro semestre de 2011.

Os países da UE que fazem parte da região do Danúbio são a Alemanha, a Áustria, a Hungria, a República Checa, a Eslováquia, a Eslovénia, a Bulgária e a Roménia.

Mais sobre política regional DeutschEnglishespañolfrançaisitalianopolski

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis