Percurso de navegação

Europeus satisfeitos com a política regional - 07/03/2008

Banhos otomanos do séc. XVI junto da mesquita de Omeriye em Chipre

O inquérito revela uma atitude favorável dos europeus face à política regional da União Europeia, mas também o desejo de medidas mais ambiciosas.

É muito provável que a política regional DeutschEnglishespañolfrançaisitalianopolski da UE tenha marcado a sua região. Não precisa de procurar muito longe – uma auto-estrada, uma linha férrea, uma ponte, quem sabe? Esta política, que absorve mais de um terço do orçamento da União Europeia, é responsável por centenas de milhares de projectos, que visam todos a recuperação das regiões da Europa.

O último inquérito do Eurobarómetro Englishfrançais revela que os europeus estão, em geral, satisfeitos com a política regional e com as mudanças que observam nas regiões onde vivem. Sete em cada dez cidadãos que conhecem esta política consideram os seus resultados positivos.

Como é natural, é nos países que beneficiam mais da política regional que ela é mais conhecida. Assim, cerca de dois terços dos inquiridos na Eslovénia (66%), na Lituânia (65%) e na Irlanda (64%) sabiam da sua existência, contra apenas um terço na Bulgária (35%), em Chipre (35%) e nos Países Baixos (30%).

No total, 85% dos inquiridos estão de acordo com o seu objectivo – ajudar as regiões mais desfavorecidas e reduzir o fosso entre regiões ricas e pobres. O Luxemburgo, o Estado-Membro mais rico da União Europeia actualmente, é sete vezes mais rico do que a Roménia, que é o mais pobre. Quando se comparam as regiões, esta diferença é ainda mais evidente.

Todos reconhecem os benefícios da política regional. Os inquiridos consideram mesmo que deveria ter objectivos mais ambiciosos, intervindo em questões como a mudança do clima, a globalização e o envelhecimento da população na Europa.

Para manter o público informado sobre as intervenções a nível nacional, os países da UE deverão em breve publicar as listas de todos os projectos financiados pela política regional.

O inquérito, realizado em Janeiro a 27 000 europeus, faz parte da consulta pública sobre o futuro da política regional, lançada em Setembro último pela Comissária da política regional, Danuta Hübner.

Regional development – success stories DeutschEnglishfrançais

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis