Percurso de navegação

Dar a mão aos migrantes - 02/10/2008

Entrada do centro das migrações em Bamako, Mali

Primeiro centro das migrações fora das fronteiras da UE pronto a entrar em funcionamento.

Todos os anos, milhares de africanos arriscam a vida em viagens perigosas e emigram clandestinamente para a Europa. A sua viagem acaba muitas vezes numa tragédia no mar.

Uma maior sensibilização para os riscos da emigração ilegal é um dos objectivos do novo centro em Bamako français, a capital do Mali, país situado na África Ocidental. O centro presta aconselhamento sobre emigração ilegal, formação e procura de trabalho no estrangeiro.

O Mali foi escolhido para o projecto-piloto, uma vez que é um país de trânsito para os emigrantes que partem para a Europa e uma importante fonte de mão-de-obra para os países vizinhos. Cerca de 4 milhões de malianos vivem no estrangeiro, o que representa um êxodo importantíssimo para um país com uma população total de 12 milhões de habitantes. A maioria dos malianos está espalhada por vários países da África Ocidental e cerca de 200 000 vivem na Europa.

O Mali é um dos países mais pobres do mundo. O seu sector mais importante é a agricultura, sendo o algodão a principal cultura. O país depende fortemente das remessas dos emigrantes, mas grande parte destas é absorvida pela cobrança de elevadas taxas bancárias. O centro está a estudar propostas de redução destas taxas.

O centro está também a trabalhar com emigrantes que regressam para os ajudar a recomeçar a sua vida no país de origem. A maioria dos emigrantes são jovens do sexo masculino que não conseguem encontrar trabalho no seu país. Partem assim por vários meses ou até vários anos com um destino incerto, deixando para trás as mulheres, as crianças e os idosos que têm de cuidar das terras.

A Europa é o destino privilegiado da maioria dos africanos. Muitos são oriundos do Norte de África, mas um número crescente vem de países da África subsariana como o Mali.

O centro conta com um efectivo de 40 pessoas e tem um orçamento de cerca de 10 milhões de euros. A inauguração oficial terá lugar a 6 de Outubro.

Migração no Mali - mais informações francês.

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis