Percurso de navegação

Uma meta ambiciosa: erradicar a pobreza à escala mundial - 04/03/2013

Homem envolto na bandeira da UE numa terra árida © UE

Principal doador de ajuda a nível mundial, a UE assume um papel de liderança nos esforços para estabelecer os novos objetivos da ONU com vista a erradicar a pobreza e a assegurar um desenvolvimento sustentável.

Ao longo da última década, a UE prosseguiu esforços para atingir os objetivos fixados pela ONU Englishespañolfrançais com vista a reduzir drasticamente a pobreza a nível mundial até 2015. Milhões de pessoas receberam ajuda e muitas vidas foram salvas, mas ainda há muito a fazer.

A Comissão convida os países da UE a assumir a liderança no planeamento da próxima etapa deste esforço mundial para eliminar a pobreza extrema após 2015.

Na sequência de um amplo processo de consulta em que participaram dirigentes da União Europeia, partes interessadas e cidadãos, a Comissão elaborou uma abordagem comum da UE DeutschEnglishfrançais sobre esta matéria.

Os esforços para erradicar a pobreza extrema devem ser articulados com o desenvolvimento sustentável. Isso significa congregar mais esforços para dar resposta a problemas como as alterações climáticas, a escassez de recursos, os danos ambientais e as desigualdades sociais.

Componentes do desenvolvimento

O plano pós-2015 deve atualizar os objetivos das Nações Unidas abrangendo aspetos como a proteção social.

As medidas ambientais e de desenvolvimento social devem constituir uma vertente fundamental das reformas estruturais previstas nas economias em desenvolvimento.

Não será possível assegurar um desenvolvimento sustentável e inclusivo sem abordar as questões da justiça, da igualdade, da equidade, da autonomia das mulheres e da igualdade entre homens e mulheres, questões que constituem, em si mesmas, valores importantes.

Uma vida decente para todos

Os objetivos da ajuda ao desenvolvimento devem ser claros e ambiciosos, fixando metas mínimas identificáveis. Esses objetivos devem igualmente procurar melhorar a qualidade de vida de todos os cidadãos em matéria de educação, nutrição, acesso a água potável e ar limpo, entre outros aspetos.

Até 2030, a qualidade de vida de qualquer homem, mulher ou criança deve situar-se ao nível ou acima desse limiar de normas mínimas.

Para alcançar estes objetivos, são necessárias parcerias eficazes entre o setor público, a sociedade civil e o setor privado.

Próximas etapas

A UE tenciona obter o acordo dos governos de todos os Estados-Membros sobre a sua posição comum até ao próximo outono, ou seja, antes da Assembleia Geral das Nações Unidas durante a qual se analisarão os progressos realizados para alcançar os objetivos de desenvolvimento fixados para 2015 e se planeará a próxima fase.

A posição comum da UE deverá também inserir-se nos esforços mundiais para fixar metas de desenvolvimento sustentável para todos os países.

Mais informações sobre a ajuda da UE ao desenvolvimento

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis